‘Herdeiro’ de vaga, Daniel Alves pede respeito a Rafinha após dispensa

Lateral da Seleção se apresentou com outrosmembros da delegação nesta segunda-feira

Divulgação

Assim como na oportunidade anterior em que desembarcou no Chile – antes da Copa América -, Daniel Alves foi um dos últimos a ser incorporado na lista de convocados de Dunga para os jogos da Seleção Brasileira. Desta vez, a brecha foi dada pelo pedido de dispensa de Rafinha, do Bayern, a quem Dani pede total respeito pela decisão do colega de posição.

– Não acredito que seja dono de nada. Sou um a mais aqui, tento ajudar. São situações que cada um tem que saber da sua vida. Se a decisão dele foi essa, temos que respeitar. Assim como temos que respeitar quando não somos convocados. Não é por isso que o Rafinha vai deixar de ser um grande jogador – afirmou Dani, que chegou na manhã desta segunda-feira ao hotel da Seleção, em Santiago.

Mas, em tom de brincadeira, Dani diz que não quer saber de só ser chamado na última hora.

– Não quero me acostumar a isso não (risos), mas venho com a mesma vontade, disposição de fazer o melhor – disse ele, indicando o desejo de se firmar como opção principal de Dunga.

O lateral do Barcelona é um dos poucos do atual grupo que já disputou Eliminatórias e dá o tom do que o Brasil vai encontrar pela frente.

– Pelas circunstâncias, viagens, por tudo, se torna um pouco mais difícil. É o futebol. Por isso, quando se ganha o mérito é muito grande. O jogo mais difícil foi na Bolívia, porque você não consegue respirar. Mas são as dificuldades que temos que superar – afirmou.

Junto a Daniel Alves chegaram Filipe Luis, Fabinho, Fernandinho, Hulk e Marcelo. A Seleção treina pela primeira vez em Santiago nesta segunda, às 17h.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol

Loading...