Conteúdo por Gazeta Esportiva

Inter relembra contratação de Guiñazú, que completa 13 anos neste domingo

O dia 14 de junho de 2007 é uma data bastante especial para o torcedor Colorado. Foi neste dia que o Inter contratou o argentino Pablo Guiñazú, um dos maiores ídolos de sua história. Para celebrar o momento, o clube relembrou a trajetória de cinco anos do volante pela equipe.

Depois de boas atuações pelo Libertad-PAR, sendo uma delas contra o próprio Internacional na Libertadores de 2006, Guiñazú foi contratado no ano seguinte, aos 28 anos. Em sua chegada, demonstrou já se sentir à vontade dentro do elenco. “Estou me sentindo em casa. Fui muito bem recebido! O pessoal na rua me reconhece por causa da minha careca!”, disse o volante.

A estreia do jogador aconteceu no dia 5 de agosto daquele ano. Logo de cara, o argentino se destacou no meio-campo do time, se firmando rapidamente como titular. Sua resistência e raça dentro de campo fizeram com que o atleta caísse nas graças da torcida e mantivesse a posição até o final da temporada.

Nos anos seguintes, Guiñazú se tornou peça-chave de uma das fases mais vitoriosas do Inter, na qual a equipe conquistou, entre outros títulos, o bicampeonato da Libertadores em 2010. Além disso, foi o escolhido para ser o capitão do time em 2009, ano do centenário Colorado.

Em 2012, aos 34 anos, o volante deixou o Internacional para voltar ao Libertad, encerrando sua gloriosa passagem pelo clube. No total, foram 282 jogos e nove taças obtidas: uma Libertadores (2010), uma Recopa Sul-Americana, (2011), uma Copa Sul-Americana (2009), uma Copa Suruga (2008), quatro Campeonatos Gaúchos (2008, 2009, 2011 e 2012) e uma Copa Dubai (2008).

+ Futebol