JEC ainda não venceu dois jogos seguidos na Série A

De todos os clubes da Série A, o JEC é o único que ainda não venceu duas partidas seguidas na Série A. É também o único que está na zona do rebaixamento em todas as rodadas. E para mudar isso, o JEC tem uma chance de ouro neste sábado. Pega o conhecido Figueirense dentro da Arena para mudar a história dentro da competição e seu rumo. Se vencer, diminui para quatro pontos para o Figueirense e encosta de vez na briga para sair da zona maldita. Se empatar, se complica na competição e, em caso de derrota para o Alvinegro, coisa que não acontece na Arena desde 2008, aí pode dar adeus à Série A. É um jogo com todos os ingredientes. Polêmica em função do título dado ao Figueirense, rivalidade acirrada e uma briga pela permanência na Série A. Ao Joinville, só a vitória interessa. Ao Figueira, um empate é um ótimo resultado, ainda mais diante dos desfalques da equipe da capital. É um clássico diferente, em um momento diferente. As duas equipes lutam para ficar na elite do Brasileirão, mas apenas uma delas deve ficar pelo andar da carruagem. É uma luta direta e quem se der melhor deve encaminhar sua permanência entre os melhores do Brasil.

Paz!

Que a rivalidade fique dentro de campo. Nas arquibancadas deve ter muita festa, mas fora dela, que todos possam ir e vir sem problemas. Futebol é alegria, diversão e entretenimento para a família. Não vamos mais permitir que essa violência frenética tire as crianças do estádio. A Polícia Militar está pronta para permitir que tudo transcorra bem, mas os torcedores precisam colaborar.

Para ele, Kadu!

Carlos Júnior/ND

Volante Kadu tem missão no jogo deste sábado

O volante do JEC terá uma missão na noite deste sábado: parar o bom atacante Clayton. Rápido, habilidoso e muito inteligente, ele tem sido o diferencial no Figueirense. Nos jogos em que se destaca, o Alvinegro vence. Tem sido assim nos últimos jogos e Claytinho, como é chamado na capital, está voando. Mas do outro lado, o jovem Kadu tem conseguido anular bons nomes na Arena. Colocou Kleber Gladiador no bolso no último jogo e agora terá de parar Clayton. Não gosto muito de marcação individual, mas nesse caso alguém tem de colar nele. Não dá para deixar o camisa 7 do Figueirense pensar muito. Ele tem um rápido poder de finalização e é ótimo nas assistências. Ele acabou com o Flamengo na quarta e o JEC tem de se cuidar para que isso não ocorra na Arena.

Saiu

Eusébio chegou no JEC no dia 3 de setembro e na sexta (16) foi desligado do clube em comum acordo com a direção do Coelho. Eusébio não atuou em nenhum jogo pelo JEC e foi embora. Veio para atuar como volante e lateral-esquerdo, mas ficou apenas dois jogos como suplente. Ele era da confiança de PC, mas faltou futebol.

Fluminense

Invicto há seis jogos, o Fluminense de Joinville entre em campo neste domingo (18) em busca de mais três pontos e da chance de assumir a liderança do returno da Série C do Campeonato Catarinense. O desafio é na Arena Joinville, às 16h, contra o Santa Catarina, da cidade de Imbituba. 

Invicto

Desde setembro, sob o comando do técnico Everton Rafael de Lira, o Fluminense venceu cinco partidas, empatou apenas uma e, nos últimos quatro jogos, não sofreu gols. O treinador, de apenas 26 anos, atribui os bons resultados à união e à vontade da equipe. “Para o jogo de domingo, vamos entrar em campo mantendo o foco apresentado nas últimas partidas, além de mostrar o bom futebol e a força do time”, destacou Everton. Os ingressos para o jogo custam R$ 10. Estudantes pagam meia e crianças menores de 10 anos não pagam.

Criatividade

Lucas Crispim, que tem feito bons jogos pelo JEC, terá a missão de ser o cara da criação na ausência de Marcelinho Paraíba, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Caberá a ele servir Kempes e Ricardo Bueno. Marion será o outro atacante que jogará mais recuado para servir à dupla de ataque. Confesso que gostaria de ver Popp fazendo essa função, que é mais a dele. A justificativa de PC é que Marion é canhoto e isso facilitaria a saída pelo lado esquerdo do campo. Gosto de meia jogando ali, mas vamos torcer para que ele faça a mesma partida que fez no primeiro turno, quando desequilibrou junto com Kempes no Scarpelli.

Show

O joinvilense Pedro Boscardin Dias e o mineiro João Loureiro, ambos da equipe RS Tennis, venceram rodada dupla nesta sexta e vão disputar, neste sábado, uma vaga à semifinal da Copa Guga Kuerten, torneio organizado pelo ídolo Gustavo Kuerten, disputado em Florianópolis. Pedro Boscardin, o Pepe, como é chamado, aplicou um duplo 6/0 sobre Miguel Kieling e, na parte da noite, fez o mesmo placar contra Diogo Tinoco. Boscardin é o atual vice-campeão do torneio em que foi campeão aos 8, 9 e 10 anos. Ele é o número 1 do Brasil nos 12 anos.

Mundial

Boscardin e João Loureiro foram vice-campeões mundias da categoria 12 anos, em agosto na cidade de Quebec, no Canadá, derrotando times como Espanha, França e Canadá. Só perderam a final para os Estados Unidos. A dupla também foi campão sul-americana em Caracas, na Venezuela, em abril.

Leitor na rede

JEC

Eduardo Corrêa @eduardolcorrea Se somar todas as vezes que o JEC foi prejudicado, o JEC saia do Z4 mesmo jogando mal.

Giro da Bola

Caro, Eduardo. Interessante tua reflexão, mas isso também precisa ser considerado. O JEC foi beneficiado no jogo aqui na Arena contra o Avaí e no último jogo contra o Coxa. A arbitragem está nivelada por baixo.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...