Conteúdo por Gazeta Esportiva

Jobson revela idolatria por Renato e se diz honrado por vestir a 8 do Santos

Jobson trocou de número com Uribe e ficou com a camisa 8

Poucos jogadores têm a oportunidade de vestir a camisa de seus ídolos no futebol. E um desses felizardos é o volante Jobson, que passou a utilizar o número 8 do Santos, o mesmo do ex-meio-campista Renato durante sua passagem pelo Peixe. Em entrevista coletiva realizada no CT Rei Pelé, o jogador de 24 anos explicou a troca com o atacante Fernando Uribe e se disse honrado por carregar a numeração que já foi do ex-jogador.

“Alguns jogadores tem o número da sorte. O Uribe pediu para mim o número 20, falou que dava sorte. Eu falei que iria ajudar, já que era importante para ele. Quando me convidaram para vestir a 8 do Santos, fiquei feliz. Não é para qualquer um. Quando entrei aqui, quem estendeu a mão para mim foi o Renato. Vestir a camisa que ele usou é uma honra”, declarou.

Jobson ainda admitiu que, como forma de inspiração, costuma procurar lances do ídolo na internet antes das partidas. “Renato para mim foi um dos melhores. Joga sempre com a cabeça erguida, de terno. Joga com muita elegância, como Zidane e vários outros. Antes das partidas, assisto alguns videos dele e tento repetir o que ele fez”, contou.

No momento, o Santos ocupa a liderança do Grupo A do Campeonato Paulista com 11 pontos conquistados, cinco a mais que a segunda colocada Ponte Preta. A equipe do camisa 8 volta a campo no sábado (22), às 16h30 (de Brasília), quando enfrenta o Ituano no Estádio Novelli Junior.