Conteúdo por Gazeta Esportiva

Mesmo à distância, Ricardo Goulart revela tristeza pelo rebaixamento do Cruzeiro

Ricardo Goulart é um dos jogadores mais importantes da história recente do Cruzeiro, tendo sido peça fundamental na conquista do bicampeonato brasileiro, em 2013 e 2014. Hoje no Guangzhou Evergrande, da China, o meia-atacante acompanha com tristeza a fase delicada que atravessa a Raposa.

Em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva, Goulart deixa claro que não consegue dimensionar o impacto do rebaixamento no clube por estar longe do Brasil, porém lamenta a situação na qual se encontra o clube que fez parte de sua carreira.

“Acompanhei um pouco à distância, né? Não dá pra fazer avaliação nenhuma estando de fora, só quem tá dentro é que pode falar. Fiquei triste, claro, com o rebaixamento, é uma equipe que está na minha história e tenho muito carinho pelo clube, torcida, ex-companheiros lá, mas não dá pra avaliar de longe”, afirmou o jogador.

Perguntado sobre um eventual retorno ao Brasil em um futuro próximo, Goulart desconversou e garantiu que está focado no Guanghzou, além de nutrir a expectativa de defender a seleção chinesa, já que finalizou o processo de naturalização no final de 2019.

“Não dá pra ficar projetando com base em especulação, ou possibilidade… Minha cabeça hoje está completamente no Guanghzou, voltar a jogar, estar dentro de campo, cumprir esse objetivo primeiro, depois pensar em atuar também na seleção chinesa, que é algo que eu tracei. Renovei aqui recentemente, é um projeto que eu abracei junto com a minha família. Então é só nisso que eu penso”, disse o meia-atacante.

Revelado pelo Santo André, Ricardo Goulart chegou ao Cruzeiro no início de 2013, despedindo-se da Raposa no início de 2015. Pelo clube mineiro, o jogador disputou 106 jogos e marcou 38 gols.

+

Futebol