Conteúdo por Gazeta Esportiva

Mesmo com a derrota, Adilson Batista aprova atuação do Cruzeiro no clássico

Adilson Batista concedeu uma entrevista coletiva após a derrota do Cruzeiro no clássico contra o Atlético, por 2 a 1, na noite deste sábado. Apesar do revés, o comandante avaliou positivamente a atuação da equipe.

“Foi uma boa partida, com personalidade. Nós não sofremos nenhum sufoco nesses jogos que eu enfrentei. Só contra o São Raimundo, porque o campo era horroroso. No mais, nós controlamos os outros jogos. Hoje, nós não tivemos posse, deixamos o adversário jogar, mas tínhamos que ter encurtado mais. Principalmente o Allan, que jogou um pouco solto. Mas foi um bom jogo, sinto orgulho deles, estão no caminho certo”, afirmou o técnico.

Adilson Batista se mostrou satisfeito com o desempenho da Raposa

“Desde que estou aqui, não sofri sufoco. Hoje nós demos a bola para eles no primeiro tempo, essa era nossa intenção. Depois mudei, foi outro jeito de jogar no segundo tempo. Então não adianta ficar cobrando, o objetivo maior todos nós sabemos, nós precisamos subir. No momento certo, a equipe vai estar jogando do jeito que o torcedor quer. Essa é a minha intenção aqui”, completou

Sobre a falta de criatividade no meio campo da Raposa, Adilson admitiu a necessidade de um “camisa 10”, que faça a função de armar o time, mas disse que pretende achar essa peça no elenco que tem nas mão. “Pode ser o Marco Antônio, o Everton, o Maurício. O Robinho não é um 10, mas poderia chegar. Vamos tentar encontrar”, disse.