Avaí, Figueirense, Criciúma e Chapecoense ainda estão devendo

Futebol apresentado pelo quarteto não impressiona

Assusta
A quantidade de passes errados e de faltas no Brasileirão nos coloca como um dos países que mais pratica o anti-futebol em todo o planeta. Aquele brilho das grandes jogadas, futebol jogado para frente, visando sempre a vitória, sem se preocupar primeiro em marcar e desarmar o adversário, já faz parte do passado. A nossa “cara” é a do Parreira, Felipão, Lazaroni e Cia.

Segura
Além de jogar mais uma partida longe da torcida e em campo neutro, o Figueirense terá que segurar o ímpeto de Arouca, Cícero, Cicinho e Leandro Damião. O Santos merece cuidado.

Zaga
Pablo e Bruno Maia formarão a zaga avaiana diante do Sampaio Corrêa. Perdi a conta de quantas formações o time já teve e a torcida espera menos erros e menos exposição ao ridículo. Na partida contra o ASA, teve defensor caindo de joelhos.

Não tenho
Quando comento que não tenho referência para falar sobre o desempenho de Avaí, Figueirense, Criciúma e Chapecoense é por culpa deles e não minha. Não ganham fora, exceção ao Avaí, que venceu o Vila Nova, largam na frente, mas entregam o jogo, enfim, prefiro esperar o término de cada partida. Sei que estamos indo para a 4ª rodada e quem sabe, lá na frente, eu possa mudar de opinião. Aliás, gostaria muito.

Recado
Mais uma do Jérome Valcke, chato, mas ele fala a verdade e pronto: “Brasil não é Alemanha”, pronunciou em forma de alerta sobre transporte público e mobilidade urbana. Os torcedores estrangeiros que virão ao Brasil ficarão boquiabertos, primeiro, com as nossas belezas naturais. Isso deve compensar um pouco o transtorno que eles enfrentarão.

Ainda
Sem vencer e sem nenhum gol, o Figueirense fica na obrigação de reagir e de amenizar a fúria da torcida alvinegra. O Santos também não é essa bola toda, mas é o Santos, de tradição, de força, e de uma cobrança bem maior do que o Figueirense.

Palestra
Balduíno proferiu palestra nesta 6ª feira a um grupo de estudantes da Escola Básica Francisco Tolentino, de São José. Voltou aos bons tempos dando autógrafos para os alunos e foi muito aplaudido.

Dúvida
No Tigre, o treinador saca o goleiro Bruno e volta com o Galatto. O Paulo Baier não enfrentará o Botafogo e o Lucca continua devendo futebol. O Tigre vive um péssimo momento.

Embalo
O JEC precisa seguir nessa toada e enforcar o Náutico, fazendo mais uma vitória e embalando no critério de vitórias, pontuação, moral. Vencer muitas partidas melhora tudo, principalmente a autoconfiança do elenco.

Cedo?
No ano passado, fui o único cronista esportivo que “bancou”, falando e escrevendo, de forma bem antecipada, que a Chapecoense conseguiria o acesso para a elite. Vidente? Mãe Dinah? Não. Percebo quando tudo ao redor converge para um acesso ou um título. Quero dizer que, se o Joinville seguir nessa pegada, até pode e deverá perder um jogo ou outro, tem tudo para subir. Acreditem.

Os outros, não
Dos nossos cinco representantes, séries A e B, eu não consigo confiar em quatro. Ora perde jogo por falha boba ou juvenil como comentaram alguns jogadores do Figueirense, ora faltam atacantes, ora são incapazes de resolver os problemas mais básicos no dia-a-dia do futebol.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...