Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.


O ” 7 x 1 ” do Futebol de Santa Catarina: é com vocês, senhores dirigentes

A decisão está com os senhores, não decepcionem!

Se já não bastava todos os problemas até aqui, o futebol de Santa Catarina entrou no terreno mais perigoso desde que a bola parou de rolar por causa da pandemia do coronavírus: o da vaidade. Aquele momento em que cada cabeça pensa do seu jeito e da sua maneira escorada no “eu tenho razão” obtendo apenas um resultado previsível para todos, a derrota. Justamente agora que a crise aumentou fora e dentro de campo, é que se esperava dos nossos dirigentes: sabedoria e equilíbrio. E não ameaças por parte de cá ou por parte de lá. Imaginar um campeonato estadual indo para o tapetão, é o nosso 7 x 1 da soberba, da arrogância e prepotência. Em uma crise, em uma situação em que todos já carregam o peso e o revés, as soluções precisam ser encontradas sentados em uma mesa (não esqueçam as máscaras e o álcool em gel). Soluções existem, basta apenas força de vontade e capacidade de ceder o que for possível para o que a decisão seja coletiva pensando apenas no bem do nosso futebol. A bola está com vocês, senhores!

BASTIDORES

O presidente Rubens Angelotti da FCF (Federação Catarinense de Futebol) reconheceu para pessoas próximas que foi infeliz na entrevista concedida para o jornalista Renato Semensati da rádio Eldorado de Criciúma na qual ele afirma que se o estadual parasse, o título seria dado para o Brusque que até então liderava a competição, antes da última partida da fase de classificação. Angelotti sabe que errou, não teve a dimensão do momento e do que viria pela frente. Reconheceu o erro e comparou esse ato infeliz, com o ofício enviado pelo Avaí.

. 

+ Fábio Machado