A dona do primeiro turno

Invicta, Chapecoense caminha com tranquilidade para garantir vaga na final. Quinta tem clássico na Ressacada, oportunidade para dar alguma alegria à torcida do vencedor

A rodada do final de semana serviu para consolidar o favoritismo da Chapecoense, que tem na quarta-feira em casa contra o Metropolitano a chance de abrir cinco pontos de vantagem para o Criciúma e encaminhar a sua vaga na final. O time de Guto Ferreira amassou o Figueirense, que foi para o Oeste com o objetivo de não perder. Justiça foi feita com o gol de Gil no finalzinho, que acabou em um passo enorme para o título do turno. É uma campanha quase perfeita, com 16 pontos em 18 possíveis e 100% de aproveitamento fora de casa. Digo mais: se todos os outros não resolverem mostrar uma significativa reação no returno que logo vai iniciar, há uma chance considerável do estadual não ter decisão e a Chape levar o título de forma direta.

O Figueirense entrou com medo no Oeste e mostrou a Vinicius Eutrópio o tamanho do problema e o desafio que terá ao encontrar uma forma de fazer esse time render sem Clayton, o carregador do piano que fez o que pode para ajudar o time. Já o Avaí mostrou muitas dificuldades de posicionamento em sua defesa,falta de inspiração na criação e até inexperiência em uma situação de jogo pegado em um campo encharcado. Acabou no empate com o Brusque em um jogo bem movimentado dada a situação do gramado do Renato Silveira.

Com ambos jogando mal e sem chance alguma neste primeiro turno, o clássico de quinta-feira terá como única motivação a oportunidade de dar alguma alegria à torcida, acertar um duro golpe e aumentar a crise do outro lado. Nenhum dos dois joga um futebol próximo àquele que Chapecoense e Criciúma mostraram até agora, e não há um indicativo de que isso vá melhorar a curto prazo. O jogo em si tem um grande ingrediente motivacional, e quem vencê-lo vai ganhar alguns dias de tranquilidade para pensar no segundo turno. 

Esse início de campeonato não empolga. Um time disparou, o concorrente próximo perdeu em casa para o Guarani a chance de ficar por perto e os outros “times grandes” já precisam rever o planejamento porque o início de ano não foi nada bom.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...