Conteúdo por Gazeta Esportiva

Presidente do Santos não comemora ‘vitória’ no Conselho: “Vão tentar novamente”

O presidente do Santos, José Carlos Peres, não comemora a “vitória” em reunião virtual do Conselho Deliberativo na última terça-feira.

O Conselho votou pela abertura do processo de impeachment e escolheu pelo “não”. Seis santistas disseram que “sim”, 79 se abstiveram e 75 reprovaram a ação.

O resultado da apreciação das contas reprovadas em 2018 não é necessariamente um sinal de aprovação ao presidente. O vice Orlando Rollo e membros do Comitê de Gestão também seriam responsabilizados. Dessa forma, os conselheiros optaram por manter o presidente.

Peres está ciente do contexto e se prepara para novo teste nas próximas semanas. E o próximo pode ocorrer no dia 30, em outra reunião para aprovar ou não o balanço financeiro de 2019. O Conselho Fiscal sugere a reprovação.

Trecho do relatório da Comissão Fiscal (Foto: Reprodução)

“Na nova reunião do Conselho vão tentar novamente um impeachment, mesmo com superávit de R$ 23,5 milhões”, disse o presidente, à Gazeta Esportiva.

O Peixe teve superávit de R$ 23,5 milhões depois da contabilização da venda de Rodrygo ao Real Madrid. O total da transação foi de R$ 188,6 mi.

José Carlos Peres tem mandato até dezembro – a eleição, de acordo com o Estatuto Social, precisa ocorrer na primeira quinzena do último mês do ano. O vice-presidente Orlando Rollo está afastado das funções e o terceiro na hierarquia é Marcelo Teixeira, presidente do Conselho Deliberativo.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

+ Futebol