Conteúdo por Gazeta Esportiva

Retornos de Avelar e Ramiro podem ajudar Tiago Nunes no Corinthians após a paralisação

O período de férias antecipadas dos atletas de futebol por conta da pandemia da covid-19 se encerrou no final da última semana. A volta às atividades ainda é incerta, principalmente em São Paulo, epicentro da doença no país. Ainda assim, o técnico Tiago Nunes já pode começar a pensar em alternativas para reverter o mal desempenho apresentado no início da temporada. Para isso, o treinador do Corinthians deve apostar em Avelar e Ramiro, que retornam de lesão.

Os dois atletas já passavam pelo período de transição aos gramados antes do novo coronavírus chegar ao Brasil. Enquanto Danilo Avelar se recuperava de uma pubalgia desde o começo da temporada, Ramiro conseguiu disputar apenas três jogos até sofrer uma lesão no ligamento do joelho direito.

Danilo Avelar e Ramiro passavam pela fase de transição antes da pandemia

Caso ambos realmente estejam disponíveis, o treinador ganha reforços importantes para fazer a sua equipe desempenhar um melhor futebol. A começar pelo ex-lateral, que a partir desta temporada passou a ser deslocado para atuar como zagueiro.

Um dos pedidos do técnico corintiano assim que chegou no Timão foi a contratação de um zagueiro canhoto. Como a diretoria não conseguiu trazer esse reforço específico, coube a Tiago Nunes conversar com Avelar para que ele exerça esta função. O jogador aceitou e, inclusive, chegou a atuar ali na Florida Cup, durante a pré-temporada.

Com Avelar pelo lado esquerdo da zaga, o Corinthians pode ganhar mais qualidade na saída de bola. Além de ser um atleta mais técnico em relação aos demais companheiros de posição, é o único canhoto entre os zagueiros do elenco. Como Tiago Nunes preza por um jogo mais propositivo e trabalhado desde a defesa, é possível que ele ganhe oportunidades. O próprio treinador já deu a entender, em declarações anteriores, que vê o jogador como titular ao lado de Gil.

Enquanto isso, Ramiro terá mais concorrentes pela frente, mas também não larga muito atrás por uma vaga no meio-campo. Depois de um 2019 decepcionante com Carille e Coelho, o polivalente jogador parecia dar a volta por cima no início desta temporada. Foi o destaque do time na Florida Cup e apresentou bom futebol nas primeiras rodadas do Campeonato Paulista, até sofrer a lesão no duelo contra a Ponte Preta.

Tiago Nunes vê em Ramiro uma peça importante para dar versatilidade à sua equipe, que passou por dificuldades antes da paralisação das competições. Diferente dos outros meio-campistas do elenco alvinegro, o camisa 28 consegue aliar agressividade na fase defensiva, com uma marcação mais consistente, e qualidade na fase ofensiva, aparecendo como um elemento surpresa no ataque.

Como o Timão criava muito, mas definia pouco e sem qualidade, Ramiro pode ser decisivo para verticalizar as jogadas ofensivas e dar mais objetividade ao time. Ao mesmo tempo, o volante pode dar mais combatividade a uma equipe que também encontra dificuldades na transição defensiva.

Tiago Nunes espera ambos à disposição quando as atividades retornarem normalmente. De acordo com o preparador físico Michel Huff, em entrevista à Gazeta Esportiva, tanto Ramiro quanto Avelar devem ter as mesmas condições dos demais atletas após a paralisação.

Durante o período de quarentena, os dois atletas continuaram a ser monitorados pelo departamento médico corintiano, que passava orientações via WhatsApp. Enquanto as atividades no CT Joaquim Grava não voltam, todo o elenco do Timão realiza atividades físicas de maneira remota em suas respectivas residências.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol

Loading...