Figueirense sai atrás, ignora desfalques, arranca empate e segue no G4

Furacão do Estreito sentiu o peso das ausências, jogou pouco na primeira etapa e saiu para o intervalo derrotado pelo Coxa; no segundo tempo, com Maikon Leite em campo, arrancou empate

Apesar de mirar a possibilidade de assumir a vice-liderança da Série B, o Figueirense saiu atrás no placar, mas arrancou um ponto com o Coritiba, dentro do estádio Couto Pereira. Com o empate, além de aumentar sua série para seis jogos sem perder, o time de Milton Cruz se manteve no G4, na terceira posição, com 21 pontos. O Coritiba caiu um andar e agora é sexto, com 19.

Ferrareis tenta o gol contra o Coritiba - Coritiba FC/divulgação
Ferrareis, pelo Figueirense, contra o Coritiba pela Série B – Coritiba FC/divulgação

Junto com o caráter decisivo de G4 nesta Segundona, Coritiba e Figueirense, através dos seus personagens, trouxeram um contexto histórico para o jogo desta noite no Couto Pereira. Três titulares do Coxa Branca, pelo menos, tiveram algum vínculo (direto ou indireto) com o Furacão. A começar pelo goleiro e capitão Wilson que defendeu o Figueira em mais de 300 jogos onde conquistou, entre outras coisas, a idolatria no bairro do Estreito. Leandro Silva, em uma passagem bem mais tímida também vestiu a vamisa alvinegra em 2016. Simião, por outro lado, teve e oportunidade de enfrentar o Figueirense em 2017, quando vestiu a camisa do arquirrival Avaí.

Dentro de campo, contudo, isso ficou à parte. O Figueirense, além de encarar um dos candidatos ao acesso fora de casa, sentiu o peso dos quatro desfalques – cinco se considerar o volante Betinho. A equipe esteve aquém dos seus recentes jogos, sobretudo, na criação das jogadas. O principal lance de ataque do time saiu somente aos 43’ quando Gustavo Ferrareis recebeu na linha esquerda da grande área de ataque, cortou para o meio e mandou por cima do gol de Wilson. Afora alguns chutes de longe com André Luis e o mesmo Ferrareis, foi só.

O gol do Coxa, curiosamente, saiu na sequência do ataque alvinegro. Aos 44’, Guilherme Parede ganhou no alto, a bola espirrou em Pablo Thomaz que foi tentar dominar e “acertou” lindo passe para Alisson Farias ganhar na velocidade e dar um tapa na saída de Alisson. 1 a 0.

A segunda etapa, no entanto, trouxe um Figueirense diferente. Se não na escalação, na postura. O time de Milton Cruz passou a ter mais controle de bola e rondar a área de Wilson. Em duas oportunidades, com Ferrareis e João Paulo, o ex-goleiro alvinegro foi obrigado a salvar o time da casa.

Foi uma alteração do técnico Milton Cruz, entretanto, que deu o que o time mais buscou. Maikon Leite saiu do banco, no lugar de Abuda e em uma de suas primeiras participações, recebeu da entrada da área, ajeitou e mandou um chute forte, no canto direito de Wilson que ainda raspou na bola. 1 a 1.

O treinador do time Catarinense, minutos após o gol, entendeu como um resultado positivo e resolveu fechar seu time. Retirou o meia João Paulo e colocou o zagueiro Guilherme Lazaroni para reforçar a marcação. A estratégia deu certo já que o time da casa até que tentou, mas não conseguiu alterar o placar. Fim de papo no Couto Pereira.

O Figueirense joga no outro sábado, contra Ponte Preta, dentro do Scarpelli, às 18h. O Coritiba viaja à Alagoas em busca da sua primeira vitória longe da capital paranaense, contra o CSA, na sexta-feira. 

Ficha técnica:

Coritiba: Wilson; Leandro Silva, Thalisson Kelven, Alex Alves e Willian Matheus; Simião, Vinícius Kiss (Jean Santos), Yan Sasse (Chiquinho) e Alisson Farias; Guilherme Parede (Iago Dias) e Pablo Thomaz. Técnico: Eduardo Baptista.

Figueirense: Alisson; Diego Renan, Nogueira, Eduardo e Guilherme Lazaroni; Pereira, Abuda (Maikon Leite), Renan Mota, João Paulo (Guilherme Lazaroni) e Ferrareis (Juninho); André Luis. Técnico: Milton Cruz.

Gols: Alisson Farias, aos 44/1ºT; Maikon Leite, aos 32/2ºT

Cartões amarelos:  Thalisson Kelven, Yan Sasse, Pablo Thomaz (COXA); Pereira, João Paulo, Ferrareis (FIG)

Arbitragem: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza-SP; Anderson José de Moraes Coelho-SP e Fábio Rogério Baesteiro-SP

Local: estádio Couto Pereira, em Curitiba-PR; Data: 23/06/18

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol

Loading...