Torcida indignada, jogadores julgados, previsões furadas e clima de decisão no domingo

Rodada promete em emoção e muita disputa pela bola nas duas partidas do fim de semana

Arquivo Pessoal/ND

Túnel do tempo
Zagueiro Adairton, ex-Figueirense, Avaí e São Paulo, com a camisa do América de Barreiros, e Luiz Carlos Bico Fino.

Bate-Bola
A rádio Record AM 1470 expande sua participação na área esportiva e apresenta mais uma opção de informação sobre o futebol catarinense, de segunda a sexta-feira, das 18h às 19h, com apresentação do polivalente repórter Fabrício Correia.

Parada dura
Com ingresso único a R$ 20, e com sede de vitória, o Cruzeiro espera eliminar a Chapecoense nesta quarta-feira, na Arena de Sete Lagoas (MG), jogando por duas boas vantagens: empate sem gols e vitória pelo placar mínimo. O Verdão tem poucas chances.

Facada
A diretoria do Joinville aproveita o momento da equipe e dá uma pernada na torcida, aumentando em R$ 10 o preço dos ingressos em cada setor da Arena. O problema é que o JEC tem apenas sete mil sócios adimplentes. A ideia, claro, é outra.

Normal
O Figueirense está correto em negociar a vinda do atacante William, que está no Atlético Goianiense, e de também tentar contratar Lima, o queridinho da torcida do JEC. Já imaginaram o ataque ainda com as opções de Aloisio e Julio Cesar?

Sem vínculo
William, o W9, carrasco do Figueirense nos últimos clássicos, não tem mais nenhum vínculo com o Avaí. Ele está “fatiado” entre Atlético Goianiense e Luiz Alberto, da LA Sports, ex-parceiro do Avaí. Será que o Luiz quer dar um tapa de luva de pelica?

Fim do “sonho”
Convenhamos que depois da Série B tudo se transforma em pesadelo, mas a Série C ainda oportuniza ingressar na B, porém a Série D é prejuízo na certa. Há times no Norte do país que viajam de barco e até em canoas para jogar em outras cidades. Portanto, acaba com isso logo.

Aluguel
Uma influente cobrinha avaiana informa que o estádio da Ressacada foi alugado pelo Avaí Futebol Clube por R$ 150 mil para o show de Paul McCartney, dinheiro muito bem vindo em épocas de vacas bem magras. Não dá para desprezar essa grana.

Reintegra logo
Em tempos de recuperação de atletas na Ressacada, o treinador Hemerson Maria deveria dar uma nova oportunidade ao meia Cléverson, que não deve ter desaprendido a jogar futebol. Já que o “furacão” Mauro Ovelha passou, traz o cara de volta ao time.

Wilson “Ceni”
O goleiro e ídolo da torcida alvinegra completará 300 jogos com a camisa do Figueirense, em seis anos de clube. Marcou três gols, sendo dois de pênalti e um de falta. Com isso, ficam faltando quatro partidas para igualar a marca do ex-goleiro Peçanha.

Arcitor
Wilson é o primeiro garoto propaganda dessa empresa do Reino Unido, fabricante de luvas para goleiros, que entra no mercado brasileiro, mas é forte também na Inglaterra, Japão e Itália. Domingo Wilson estreia o par de luvas importado.

Cautela
Muita gente falando da goleada do Avaí em Blumenau e que no domingo a Chapecoense também vai dançar. Calma, gente. Cada jogo é uma história. Se vencer bem, ótimo. O problema está no jogo da volta, em Chapecó. O importante é ir para a final.

Bola Cheia
A Federação Catarinense de Futebol premia com justiça o ex-árbitro José Carlos Bezerra, que cede o seu nome para a taça do returno, conquistada pelo Figueirense, no último domingo. Bezerra foi um dos grandes árbitros do futebol catarinense e nunca negou ser torcedor do Alvinegro.

Bola Murcha
Faltou habilidade para a diretoria do Criciúma contornar a crise interna e ainda afastar do elenco Andrey e Zé Carlos, rasgando dinheiro em público e prejudicando o clube duas vezes. Pune os atletas com multas pesadas e os reintegra, mas não foi o que fizeram com o goleiro Andrey.