Conteúdo por Gazeta Esportiva

Vagner Love diz que premeditou gols de títulos e provoca rival

Contestado por muitos torcedores, Vagner Love já teve diversas oportunidades para mostrar que é um dos jogadores mais importantes da história do Corinthians. Em duas ocasiões a bola que resultou em título ao clube alvinegro partiu dele. A primeira foi em 2015, pelo Campeonato Brasileiro, e a segunda, mais recente, foi no Campeonato Paulista de 2019.

Quando a final do Estadual contra o São Paulo estava caminhando para os pênaltis, o centroavante aproveitou o ótimo lançamento de Sornoza e colocou a bola no fundo do gol. Com o tento, a partida terminou 2 a 1 para o Timão, que foi consagrado campeão. Entretanto, para Vagner isso não foi uma surpresa, já que ele previu que iria decidir a partida.

Vagner comemora gols na final contra o São Paulo

“A gente não fala para todo mundo, só para alguma pessoa que está perto, é uma coisa particular, e que com muitos jogadores acontece também. Neste jogo eu falava: ‘eu vou entrar para decidir’. Aos 44 do segundo tempo, recebi uma linda assistência do Sornoza e…nós calamos mais uma vez os são-paulinos, desculpa, mas não tem jeito”, disse em uma live.

Porém, a premeditação não foi uma novidade na carreira do jogador. A história foi a mesma quatro anos antes, em 2015, ano que o atleta considera “mágico”, já que além do título ele foi o vice-artilheiro do Brasileirão e goleador do Timão.

Em confronto contra o Vasco, com o Corinthians precisando apenas do empate para levantar o caneco, o placar marcava 1 a 0 para os cariocas, até que Vagner Love entrou e, aos 37 da segunda etapa, empatou, dando o título ao clube do Parque São Jorge.

“Em 2015, no dia anterior (da partida) eu falei com o Caio Melo, nosso fisioterapeuta no Corinthians, que eu ia fazer o gol do título. Eu falava: ‘Eu não vou começar jogando, mas eu vou entrar para decidir’, e graças a Deus eu pude entrar para decidir e conquistar mais um título para minha carreira e para o clube”, concluiu.

+ Futebol