Conteúdo por Gazeta Esportiva

Vagner Love rescinde contrato e não joga mais pelo Corinthians

A segunda passagem de Vagner Love pelo Corinthians foi encerrada na tarde desta sexta-feira. Em meio à paralisação do futebol pela pandemia da covid-19, o jogador rescindiu o seu vínculo com o clube, que tinha validade até o fim da temporada atual.

De acordo com a diretoria corintiana, Love aceitou uma oferta de transferência e aceitou a ruptura do contrato de forma amigável. Não foi informado o clube que fez a proposta pelo jogador, mas dessa forma, o Corinthians não precisará arcar com os custos do restante do contrato até o final do ano.

Através da nota publicada no site oficial do clube, Vagner Love agradeceu à diretoria pela oportunidade de voltar a vestir a camisa do Timão.

“Quero agradecer muito por ter voltado ao Corinthians, a Deus e principalmente à diretoria do Clube. Andrés Sanchez, Duilio Monteiro Alves, Vilson, e a todos que se esforçaram para eu voltar ao Clube. Fiquei feliz em ser campeão de novo e agradeço por tudo que vivi. Tive uma oportunidade muito boa na minha carreira e vou seguir novos ares. O Corinthians me permitiu isso”, declarou.

O atacante de 35 anos já havia atuado pelo Corinthians em 2015 e retornou ao clube na temporada passada. No total, foram 121 partidas com a camisa alvinegra e 29 gols marcados. Love conquistou o Campeonato Brasileiro de 2015, sob comando de Tite, e o Paulistão de 2019, quando marcou o gol do título na final contra o São Paulo.

A saída de Vagner Love abre espaço para uma eventual chegada do centroavante Jô. A diretoria corintiana já admitiu interesse no jogador, que vinha atuando pouco no Nagoya Grampus, do Japão. A própria cria do terrão já havia declarado que sua prioridade, em uma volta ao Brasil, seria o Corinthians. Enquanto isso, Tiago Nunes tem Boselli, Davó, Everaldo, Janderson e Yony González como opções no setor ofensivo.