Conteúdo por Gazeta Esportiva

Você sabia? Corinthians dividiu título do Rio-São Paulo durante período de jejum

O gol de Basílio contra a Ponte Preta, que deu o título do Campeonato Paulista de 1977, ficou conhecido por ter quebrado o jejum de 23 anos do Corinthians sem levantar uma taça. O Timão não era campeão de uma competição da relevância do estadual desde 1954. Neste período, entretanto, o clube chegou a dividir o título do Torneio Rio-São Paulo, em 1966, com outras três equipes.

A competição tinha dez clubes e foi disputada no formato de pontos corridos. Ao final de nove rodadas, Botafogo, Corinthians, Santos e Vasco terminaram empatados com 11 pontos. Como as federações organizadoras já haviam decidido que não teriam critérios de desempate, o título ficou dividido entre os quatro alvinegros.

Com o calendário apertado, principalmente pelos preparativos da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo daquele ano, também não havia datas disponíveis para a realização de um eventual jogo-desempate.

Apesar de ser declarado vencedor da competição junto com as outras equipes, o Corinthians perdeu uma grande chance de ser campeão sozinho. Isso porque a última rodada colocou a equipe em duelo direto contra o Santos. No confronto, o rival teve Mengálvio e Coutinho expulsos, o Timão ainda desperdiçou um pênalti, e a partida acabou em 0 a 0. Se vencesse o clássico, o time de Parque São Jorge alcançaria os 13 pontos de maneira isolada.

Para aquele ano de 1966, o Corinthians contratou Garrincha como grande estrela para o elenco. O craque das pernas tortas, porém, não teve um grande desempenho pelo clube. O Rio-São Paulo seria o único título do ídolo Rivellino com a camisa alvinegra, que brilhou pelo Timão no período de jejum.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol

Loading...