Conteúdo por Gazeta Esportiva

Winck fala sobre afastamento do elenco do Vasco em 2019

Pouco antes da pandemia paralisar o futebol, a comissão técnica do Vasco reintegrou o lateral direito Claudio Winck. O jogador treinava em separado desde o meio de 2019, a mando do então técnico Vanderlei Luxemburgo.

Em live realizada na Vasco TV, Winck falou sobre a situação e revelou que em nenhum momento o ex-treinador cruzmaltino conversou com ele.

“Vivi um momento difícil no ano passado, pois acabei tendo que treinar separado. Foi um período bem complicado para mim. Aconteceu no momento que eu estava começando a jogar no Campeonato Brasileiro. Houve a troca de treinador, chegou o Luxemburgo e ele me colocou para treinar em separado. Eu nunca entendi o motivo disso, para falar a verdade, ele nunca me falou, mas continuei trabalhando, segui aquilo que acredito disse.

O lateral ainda confirmou que poderia ter saído do Vasco anteriormente, mas preferiu seguir em São Januário. Claudio Winck trabalha para ganhar chance com o técnico Ramon Menezes.

Chegaram algumas propostas, mas sempre quis ficar, batia nessa tecla sempre com todos no clube. Agora chegou o momento de colher tudo que plantei. Estou bem feliz de estar com o grupo. Já tinha voltado antes da pandemia, mas agora estou conseguindo ficar ainda mais firme no meu objetivo, que é ter uma boa passagem pelo Vasco. Tive algumas propostas na época que saí do Inter, mas escolhi vir para o Vasco. Quero fazer uma história aqui e vou me empenhar nisso – declarou.

Em relação a temporada, Winck afirmou que o objetivo do elenco cruzmaltino é a busca do título da Sul-Americana.

“Comentamos que a Sul-Americana é um título que podemos pensar em conquistar nesse ano. Diria que ela é o nosso principal objetivo. O grupo merece alguma coisa, por tudo que vem trabalhando, que vem passando nesses anos. É claro que vamos buscar fazer uma grande campanha no Brasileiro também, mas a Sul-Americana é o nosso grande objetivo”, concluiu.

Dentro de campo, o Vasco volta a campo neste domingo, contra o Macaé, pela Taça Rio. O confronto, em São Januário, será o primeiro sob o comando de Ramon Menezes.

+ Futebol