Conteúdo por Gazeta Esportiva

Zé Love e Rafael relembram ambiente do Santos e brincam com Durval: “Dormia às 19h”

Santos se sagrou campeão da Libertadores e do Paulistão na temporada de 2011

O ano de 2011 foi de conquistas para o Santos, que venceu o Campeonato Paulista e a Copa Libertadores. E segundo o atacante Zé Eduardo e goleiro Rafael, um dos fatores determinantes para o sucesso da equipe foi o bom ambiente do time. Em entrevista ao canal oficial do Peixe, os jogadores afirmaram que o elenco se sentia como uma “família”.

“Era um ambiente fantástico. O treino era às 16h, mas nós chegávamos às 14h e íamos embora às 20h, almoçávamos, jantávamos… Nós gostávamos de ficar juntos, éramos uma família. É difícil ver um grupo como o que nós tínhamos no Santos”, declarou Zé Eduardo.

“A gente era tão amigo que sentia a dor um do outro, sentia quando criticavam o Zé, sentia quando alguém se machucava. Acho que isso tem tudo a ver com a amizade. Já vimos vários exemplos na Seleção Brasileira, quando tem um baita time e não ganha porque tem vaidade, tem isso, tem aquilo. E nós tínhamos qualidade e amizade”, acrescentou Rafael.

O goleiro ainda brincou com o zagueiro Durval, que era seu companheiro de quarto nas concentrações. Segundo o arqueiro, o defensor ia dormir muito cedo, motivo pelo qual teve que pedir para trocar de colega de dormitório.

“Eu pedi para trocar de quarto. Eu e Durval nos dávamos bem, a gente conversava. Só que dava 19h e o olho dele ficava vermelho e tinha que desligar a televisão. Eu tinha 21 anos, não tinha condições de dormir às 19h (risos). Depois eu acabei trocando de quarto. Mas o ‘Cangaceiro’, como a gente chamava ele, era sensacional, não tem o que falar dele”, completou o ex-camisa 1 do Peixe.

+ Futebol