A um empate da semifinal da Liga, JEC/Krona recebe o Pato nesta terça-feira

Tricolor, que ainda não perdeu no Centreventos na competição nacional, goleou no jogo de ida e um empate coloca o time nas semifinais

Manter o retrospecto em casa e garantir a classificação. É o que o JEC/Krona precisa fazer para carimbar o passaporte para as semifinais da Liga Nacional. Enfrentando o Pato na tarde desta terça-feira (24), o Tricolor só precisa manter o histórico desta Liga no Centreventos Cau Hansen. A equipe ainda não perdeu dentro de casa e um empate já é suficiente para colocar o Joinville na próxima fase.

Artilheiro do Tricolor, Dieguinho vive grande fase, mas salienta que os desejos são pela classificação e pelo título – Foto: Juliano Schmidt/JEC/KronaArtilheiro do Tricolor, Dieguinho vive grande fase, mas salienta que os desejos são pela classificação e pelo título – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona

A boa vitória em Pato Branco deu confiança para a equipe, que vem embalada na competição nacional. Dos 15 jogos feitos até aqui na Liga Nacional, o JEC/Krona venceu 11 e perdeu apenas um. Em casa, nenhuma derrota. Foram 46 gols marcados e apenas 18 sofridos.

A ótima campanha coloca o Tricolor a um empate da semifinal e o adversário ainda é desconhecido. Com um empate na primeira partida, Corinthians e Carlos Barbosa tiveram o jogo de volta adiado devido a casos de coronavírus e ainda não há definição do novo confronto.

Se o Joinville vem fazendo uma ótima campanha, muito se deve à bela fase de Dieguinho. Artilheiro da equipe na competição, o pivô já balançou as redes 11 vezes, com direito ao hat trick no jogo de ida, no Paraná. Mas, para ele o que mais importa é a classificação.

“Fico feliz em ter marcado um hat trick, mas fico mais contente ainda com o grande resultado que conseguimos. Temos uma boa expectativa para esse segundo jogo, vamos dar o nosso melhor para conseguir a classificação”, fala.

Para Dieguinho, não existe “segredo” para a boa campanha e para a invencibilidade dentro de casa. Os resultados, salienta, são reflexo do trabalho desenvolvido e da vontade de todo o grupo de conquistar uma vitória após a outra. “Estamos treinando para ter os melhores resultados sempre, e nesta terça-feira não será diferente. Vamos em busca de mais uma vitória para passar para a semifinal”, ressalta.

Dieguinho marcou três no jogo de ida e já soma 11 gols nesta Liga Nacional – Foto: Juliano Schmidt/JEC/KronaDieguinho marcou três no jogo de ida e já soma 11 gols nesta Liga Nacional – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona

Com características muito marcantes, a equipe comandada pelo técnico Daniel Jr., tem na forte marcação, nas jogadas de pivô, toque de bola e na velocidade nos contra-ataques a força para derrubar os adversários, mas enfrenta um time “cascudo”, que vem de uma classificação revertendo a desvantagem e atual bicampeão.

Para impedir que o Pato repita o que fez nas oitavas, o segredo é jogar como em todas as partidas, destaca Dieguinho. “Vamos jogar como sempre, impondo nosso ritmo e fazendo o nosso jogo, sabemos que temos uma vantagem, mas não podemos e não vamos facilitar. Vamos respeitar o adversário, mas vamos em busca da vitória”, finaliza.

Uma derrota no tempo normal leva o jogo para a prorrogação, mas a vantagem do empate no tempo extra também é do JEC/Krona.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futsal

Loading...