Com caras novas, JEC/Krona treina em dois turnos desde a apresentação

Time do técnico Vander Iacovino deve realizar amistosos e disputar torneios somente no fim do mês

Renan Pereira/JEC/Krona/Divulgação/ND

Dian Luka, Gabriel, Fellipe Mello e Fernando são algumas das novidades do time em 2016

Apresentado oficialmente dia 30 de janeiro, no aniversário de 40 anos do JEC, o elenco do JEC/Krona treina desde o dia 26 de janeiro. De lá para cá são dias de treinos em dois turnos, que serão pausados a partir de hoje para o Carnaval.

Enquanto não entra em quadra efetivamente para jogos, o que deve acontecer no fim de fevereiro em torneios a serem confirmados, o time comandado por Vander Iacovino aproveita para realizar treinos físicos e entrosar o grupo que conta com muitas caras novas. Além dos jogadores da base, o clube contratou o fixo Fernando, os alas Fellipe Mello, Dian Luka e Xuxa e o ala/pivô Gabriel. As exceções dos treinos em Joinville são Xuxa e o goleiro Dudu, que estão cumprindo calendário de jogos da Seleção Brasileira ao lado do preparador físico João Romano.

Voltar à Seleção é uma das metas do ala Dian Luka, ex-Jaraguá. “Estou muito feliz com essa oportunidade aqui. A gente sempre procura estar na melhor forma possível para alcançar novamente [seleção brasileira]”, destaca o jogador, que já se diz em casa, mesmo estando no clube rival á equipe que defendeu nas últimas temporadas.

Outro que se sente em casa é o ala Fellipe Mello, ex-Sorocaba. “É uma estrutura muito boa e fico feliz em poder trabalhar com o Vander [Iacovino] outra vez. Achei a cidade bonita e a torcida que vai estar dentro do ginásio nos empurrando”, conta o jogador, que veio por solicitação do técnico da equipe, com quem atuou e foi campeão da Liga Futsal pelo Sorocaba.

Caras novas, mas ‘conhecidas’

Se o torcedor vai demorar para reconhecer todos os atletas do elenco do JEC/Krona de 2016, tamanha as modificações em relação aos últimos dois anos, o técnico Vander Iacovino garante que em nada será atrapalhado o trabalho tático e de entrosamento da equipe. Pelo contrário, para o treinador, por muitos já conhecerem seu trabalho, a equipe deve estar “pronta” num curto espaço de tempo. “Acho que conseguimos mesclar nesse sentido com uma equipe competitiva já que conhecem o trabalho tático que desenvolvo e acho que não vamos perder tanto tempo como no ano passado quando eu cheguei. Tem muita gente nova, mas estou muito esperançoso em fazer um grande ano”, projeta.

Além dos contratados, o time de 2016 mescla a juventude dos atletas da base, aos que já estavam no ano passado como Leco, Junai, Alex, Eka, citados por Iacovino como a base da equipe.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futsal

Loading...