Jackson Samurai se despede do JEC Futsal às vésperas da semifinal do Estadual

Tricolor enfrenta o Tubarão nesta quarta-feira (27), às 20h15, no Sul do Estado

A eliminação da Liga Nacional fechou um ciclo para o JEC Futsal. Ciclo encerrado também para Jackson Samurai que, apesar de disputar a partida desta quarta-feira (27), já usou as redes sociais para se despedir da torcida tricolor.

Jacskon Samurai se despediu do JEC Futsal – Foto: Juliano Schmidt/JEC/ND

“Em 2019, com um passo de cada vez, voltei, lutei, senti tudo como se fosse novo, chegamos a mais uma semifinal do campeonato mais disputado do mundo na modalidade. Paramos aqui. Seguimos no campeonato estadual, disputando a vaga para uma final catarinense. Iremos lutar até o fim. O JEC seguirá sua linda e digna história, onde este personagem aqui ficará em algumas páginas da memória que talvez poderão ter sequência algum dia. Quem sabe? Aqui eu finalizo um ciclo de muito respeito e admiração”, diz parte da mensagem publicada pelo ala.

Jackson Samurai foi um dos principais personagens da conquista da Liga Nacional, em 2017. No ano seguinte, após sofrer grave lesão no joelho enquanto estava com a Seleção, Samurai perdeu a temporada inteira. Foram três cirurgias, uma no joelho e duas no quadril. Agora, o camisa 2 encerra, ao menos por hora, seu ciclo com a camisa tricolor.

Vander Iacovino segue afastado

Apesar de já ter se despedido, o ala estará em quadra nesta quarta-feira, quando o JEC encara o Tubarão, no Sul do Estado. O jogo de volta da semifinal do Campeonato Catarinense é favorável ao Tricolor, que venceu em Joinville por 3 a 0. Um dos gols foi do Samurai.

Novamente, o JEC será comandado pelo auxiliar Daniel Júnior. O técnico Vander Iacovino segue afastado por problemas de saúde. Além da ausência do comandante, o Tricolor terá o desfalque do ala Leandro Caires. Com uma lesão de grau 1 no ligamento colateral medial do joelho esquerdo, o camisa 4 está fora da partida.

A lesão aconteceu na partida diante do Sorocaba, no interior paulista. “Em um contra-ataque puxado por mim mesmo, dei o passe para o lado e o adversário fez uma falta por trás e acabei me lesionando e saindo do jogo”, conta Caires. Apesar disso, a torcida do ala é grande. “É triste ficar de fora, sabemos que vai ser um jogo difícil e precisamos do elenco completo. Agora, é torcer do lado de fora com o coração partido e conseguir a classificação para a grande final”, complementa.

O resultado em casa facilitou as coisas para o JEC que joga pelo empate para garantir a vaga na final. Apesar disso, uma vitória fora de casa garante ao Tricolor o mando de quadra na final. O Joaçaba eliminou o São Francisco e já carimbou o passaporte para a decisão.

O jogo acontece às 20h15, na Arena Estener Sorato, em Tubarão.

+

Futsal