JEC/Krona e Carlos Barbosa empatam em jogo de oito gols pela Liga Nacional

Tricolor recebeu o time gaúcho neste domingo (18) antes de viajar para a Taça Brasil

Um jogo de muitos gols, movimentado e de muita marcação. Essa é sempre a receita para o confronto entre JEC/Krona e Carlos Barbosa e neste domingo (18) não foi diferente. Jogando no Centreventos Cau Hansen, empate em 4 a 4 em um jogo que encheu os olhos do amante do futsal. Com dois gols de Dieguinho, um de Machado e um de Caio, o Tricolor conquistou mais um ponto e se manteve na terceira colocação no grupo B. Os gols gaúchos foram marcados por Richard, Jhow, Fernando e Pedro Rei.

Em jogo movimentado e de muitos gols, JEC/Krona e Carlos Barbosa empatam no Centreventos Cau Hansen – Foto: Juliano Schimidt/JEC/Krona/Divulgação/NDEm jogo movimentado e de muitos gols, JEC/Krona e Carlos Barbosa empatam no Centreventos Cau Hansen – Foto: Juliano Schimidt/JEC/Krona/Divulgação/ND

Sem mudança no quinteto inicial que já entrou em quadra contra a Assoeva, o JEC/Krona manteve Willian, Andrei, Xuxa, Caio e Dieguinho no time titular e não demorou para a rede balançar no Centreventos. Com 23 segundos de bola rolando, Dieguinho abriu o placar. Em cobrança de escanteio pela esquerda, Caio tocou para o pivô que, bem posicionado na área, chapou para abrir o placar.

Preocupado com a força gaúcha na bola parada, Daniel Jr. chegou a deixar três fixos em quadra em cobrança de falta perigosa na entrada da área, mas o Carlos Barbosa não perdeu tempo para empatar a partida. No segundo minuto de jogo, Richard recebeu após cobrança de lateral pela ala esquerda e tocou no canto direito de Willian.

Como era de se esperar, o jogo equilibrado e movimentado não deixou o torcedor sem gol por muito tempo. Em dia inspirado, Dieguinho marcou o segundo aos 3 minutos em nova dobradinha com Caio. O ala estava na direita e tocou para Dieguinho fora da área pelo meio. O pivô encheu o pé, de primeira, para marcar um belo segundo gol dele e do Tricolor.

Com forte marcação, o time gaúcho pressionava o JEC/Krona na saída de bola e, no ataque, rodava bem para encontrar espaços além de apostar na velocidade do contra-ataque para levar perigo ao gol de Willian.

Aos 11 minutos, novo empate e com uma das principais armas do Carlos Barbosa, a bola parada. Em cobrança de falta ensaiada, dois passaram pela bola que sobrou para Jhow. Ele chutou firme, contou com o erro no corte de Machado na área, a bola ainda tocou no fixo antes de entrar e balançar a rede.

A virada veio em falha joinvilense e um contra-ataque fulminante da “Laranja Mecânica”. Com a quadra de defesa completamente aberta, o JEC/Krona viu Pedro Rei puxando o contra-ataque pela ala esquerda e tocar para Fernando que, entrando sozinho pelo meio, chutou firme para virar o placar em favor da equipe gaúcha.

Assim como no primeiro tempo, a segunda etapa continuou muito movimentada, com agressividade das duas equipes no ataque e mais faltoso.

O Tricolor chegou a ter um gol anulado em boa jogada de movimentação de bola na quadra de ataque envolvendo todos os jogadores. O JEC/Krona conseguiu encontrar espaço na forte marcação, mas o árbitro anotou um toque no braço de Igor Costa que empurrou a bola para o gol posicionado ao lado da trave direita de Pedro Bianchini.

COm goleiro linha desequilibrando, JEC/Krona marcou dois gols – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona/DivulgaçãoCOm goleiro linha desequilibrando, JEC/Krona marcou dois gols – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona/Divulgação

Depois de passar praticamente o primeiro tempo inteiro zerado em faltas, o Carlos Barbosa chegou aos 12 minutos do segundo tempo estourado em faltas e, com isso, teve que diminuir a intensidade de marcação.

Aos 16 minutos, Renatinho é lançado à quadra como goleiro linha para aumentar a força ofensiva tricolor. Poucos segundos depois, em boa jogada com o goleiro linha, o JEC/Krona tocou bem a bola, movimentou, envolveu a marcação gaúcha e a bola sobrou para Machado na área que tocou para empatar a partida.

No minuto seguinte, novamente em jogada com o goleiro linha, o Tricolor envolve bem a marcação e a bola sobrou para Caio, que chuta firme para colocar o Joinville com a vantagem no placar.

Depois de ver o JEC/Krona retomar a vantagem no placar, foi a vez do Carlos Barbosa colocar Pedro Rei como goleiro linha para tentar buscar novamente o gol. E conseguiu, em boa jogada de movimentação, a bola sobrou na entrada da área e Pedro Rei chuta firme e rasteiro para empatar o jogo.

Apesar das estratégias e da busca pela vitória, empate no Centreventos Cau Hansen. O JEC/Krona agora se prepara para a Taça Brasil. O time viaja na quarta-feira (21) e estreia no domingo (25).

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futsal

Loading...