JEC/Krona empata com o Cascavel e adia classificação na Taça Brasil

Tricolor e Cascavel ficaram no empate e definição da classificação fica para as próximas rodadas; time volta à quadra nesta quarta-feira (28)

Não foi dessa vez que o JEC/Krona venceu o Cascavel. O segundo jogo do Tricolor na Taça Brasil era contra um adversário que fez o torcedor amargar duas derrotas na temporada, mas na tarde desta terça-feira (27), o que reinou em quadra foi o equilíbrio que refletiu também no placar. Com o 3 a 3, a classificação foi adiada e a definição de quem avança em primeiro e segundo no grupo também. Xuxa, Genaro e Igor Costa marcaram para o JEC/Krona e Gustavinho, Zequinha e Roni anotaram os gols paranaenses. A preocupação fica por conta do ala Xuxa, que sentiu a coxa, saiu da partida e será avaliado pelos médicos tricolores.

JEc/Krona e Cascavel ficaram no empate na tarde desta terça-feira (27), pela Taça Brasil – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona?Divulgação/NDJEc/Krona e Cascavel ficaram no empate na tarde desta terça-feira (27), pela Taça Brasil – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona?Divulgação/ND

No terceiro confronto entre as duas equipes, novo equilíbrio dentro de quadra. Com apenas uma alteração em relação ao primeiro jogo na competição, o técnico Daniel Jr. iniciou a partida com Willian, Machado, Caio, Xuxa e Dieguinho no quinteto inicial.

Quando a bola rolou, pressão dos dois times na saída de bola, tentando pressionar o erro do adversário já na quadra de ataque acelerando as ações ofensivas. Se de um lado, o JEC/Krona subiu a marcação, do outro, o Cascavel também sufocava o Tricolor empurrando o time contra o próprio gol.

Rodando muito bem a bola, o time paranaense abriu o placar aos três minutos. Em boa jogada que envolveu todo o time, trocando passes na quadra de ataque, Gustavinho recebeu na área, Dieguinho chegou atrasado na marcação e o camisa 90 não desperdiçou a chance e chutou firme, no alto do gol de Willian.

Em vantagem no placar, o Cascavel trabalhava bem a bola, ocupava os espaços na quadra envolvendo a marcação tricolor e acelerando as jogadas de contra-ataque pelas alas. Sem conseguir dar sequência às jogadas, o Tricolor sofria com a marcação paranaense e o bom trabalho de posse de bola.

Apostando também na marcação pressão na saída de bola, o JEC/Krona chegou ao gol de empate. Aos 14 minutos, a marcação de Caio na saída de bola provocou o erro do Cascavel. De cabeça, o ala recuperou a bola e tocou para Xuxa, que entrando pelo meio pegou de primeira e bateu no canto esquerdo de Deivão para empatar a partida.

O time paranaense sentiu o gol de empate e o Tricolor conseguiu equilibrar as ações, mas viu o Cascavel chegar ao segundo gol em um chute desviado aos 16 minutos. O time saiu da quadra de defesa com espaço, Zequinha recebeu pela direita, bateu fraco, mas a bola desviou e enganou Willian, que só buscou a bola no fundo da rede.

Em desvantagem no placar, o JEC/Krona voltou mais agressivo no segundo tempo, mas tinha do outro lado a forte marcação paranaense. O gol de empate veio após cobrança de lateral aos três minutos. Caio cobrou pela esquerda, Machado estava desequilibrado e de costas para o gol, mas girou chutando e obrigou Deivão a defender com o pé, a bola voltou nos pés de Genaro. O artilheiro chutou firme para empatar novamente.

Mas, a alegria do torcedor tricolor não durou muito tempo. Dois minutos depois, um erro de marcação joinvilense facilitou a vida do time paranaense. Após cobrança de escanteio, o Cascavel chutou de fora e, bem posicionado, sem nenhuma marcação, Roni só desviou para tirar do goleiro Willian e colocar o Cascavel novamente à frente no placar.

Sem sentir os gols sofridos, o JEC/Krona continuou buscando espaço e pressionando o Cascavel e, mais uma vez, conseguiu provocar o erro de posicionamento e marcação paranaense para chegar ao terceiro gol. Em boa jogada pela esquerda, o Tricolor superou a marcação que ficou para trás e, Igor Costa, pelo meio, conseguiu superar o marcador e tocou para empatar novamente o placar em Dourados.

O equilíbrio do placar refletia o que acontecia em quadra, com as duas equipes forçando a marcação alta.

Apesar da boa reta final das duas equipes buscando o ataque, rodando a bola e tentando quebrar as linhas de marcação, quando o cronômetro zerou, empate no placar.

O JEC/Krona  volta à quadra nesta quarta-feira (28), quando enfrenta o Juventude, às 20h.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futsal

Loading...