JEC/Krona vence o Joaçaba e comemora primeiro título do ano

Tricolor venceu no tempo normal e na prorrogação e conquista a Recopa SC

Com uma postura agressiva, ofensiva e de forte marcação durante toda a partida, o JEC/Krona não deixou o Joaçaba respirar, venceu por 3 a 0 no tempo normal, venceu por 1 a 0 na prorrogação e soltou o grito de campeão na noite desta segunda-feira (17), no Centreventos Cau Hansen. Com dois gols de Evandro e dois de Genaro, o Tricolor conquista o primeiro título do ano.

JEC/Krona venceu no tempo normal, na prorrogação e comemora primeiro título do ano – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona/Divulgação/NDJEC/Krona venceu no tempo normal, na prorrogação e comemora primeiro título do ano – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona/Divulgação/ND

Precisando da vitória, o JEC/Krona começou com força total a partida. Agressivo e muito rápido, o Tricolor teve boas chances logo nas primeiras jogadas com Genaro e Evandro parando no goleiro Jackson. Com boa marcação para recuperar a posse de bola e acelerar o contra-ataque, o Tricolor teve bom volume ofensivo, mas sem a bola via um Joaçaba subindo a marcação para tentar provocar o erro joinvilense.

Os visitantes tanto fizeram que conseguiram. Em saída de bola, Evandro errou de frente para a marcação, o Joaçaba recuperou a posse, mas desperdiçou a chance de abrir o placar.

No ataque, o Tricolor tentava forçar a jogada de pivô, Dieguinho até teve boa chance, recebeu de costas, girou e chutou firme, mas mais uma vez parou em Jackson, que salvou o time do Oeste mais de uma vez na primeira etapa.

Genaro abriu o placar no Centreventos Cau Hansen na noite de segunda-feira (17) – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona/Divulgação/NDGenaro abriu o placar no Centreventos Cau Hansen na noite de segunda-feira (17) – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona/Divulgação/ND

Pressionando a saída de bola, o Joaçaba criou boas chances de média e longa distância e empilhou oportunidades perdidas. Como a máxima é “quem não faz, toma”, o castigo para os visitantes veio aos 15 minutos.

Em boa jogada ensaiada após falta em Evandro, Genaro passou, Xuxa cobrou forte e sobrou para o pivô que já tinha se posicionado ao lado da trave direita de Jackson. O artilheiro só desviou para abrir o placar no Centreventos.

Evandro marcou dois e assumiu a artilharia do JEC/Krona na temporada – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona/Divulgação/NDEvandro marcou dois e assumiu a artilharia do JEC/Krona na temporada – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona/Divulgação/ND

Não deu sequer tempo para o Joaçaba se recompor e o JEC/Krona tratou de marcar o segundo. Evandro, em chute de fora da área, fez um golaço para ampliar o placar. A bola ainda tocou na trave antes de balançar a rede.

O Joaçaba tentou adiantar a marcação para empurrar o Tricolor contra o próprio gol e forçar o erro já na quadra de defesa, mas o Joinville conseguiu rodar bem a bola e garantir a vantagem no primeiro tempo.

Mesma postura e defesa forte para impedir a reação no segundo tempo

Apesar da vantagem, o JEC/Krona voltou como começou o jogo, agressivo e buscando o gol. Precisando empatar para garantir o título sem precisar de prorrogação, o Joaçaba adiantou a linha de marcação e continuou apostando nos chutes de longe, obrigando Willian a se esticar para evitar o gol dos visitantes.

Mas, o balde de água fria não demorou para ser jogado no time do Meio Oeste. No primeiro minuto de bola rolando, Genaro avançou, arrumou e tentou girar para chutar quando foi desarmado. Bem posicionada, a marcação tricolor recuperou a bola na meia quadra, Genaro avançou mais uma vez com Evandro entrando na área, os dois tabelaram e foi o pé do ala que empurrou a bola para o gol de Jackson para ampliar a vantagem tricolor no tempo normal.

O Joaçaba subiu a marcação e, aos 11 minutos laçou Yan como goleiro linha para ficar em vantagem numérica no ataque e tentar o empate antes do fim do tempo normal.

Apesar disso, os visitantes não conseguiram aproveitar a força do goleiro linha e parou em um Joinville bem posicionado para defender o seu gol. A vitória no tempo normal levou a decisão para a prorrogação.

Gol do título

O JEC/Krona voltou para o tempo extra com intensidade e não demorou para encontrar ótima jogada pela ala direita. Em saída de bola de Willian com Xuxa, o ala achou Genaro subindo livre pela ala direita, tocou na medida, o pivô recebeu e chutou forte, firme, no canto direito do goleiro Jackson, que só buscou a bola no fundo da rede.

Já no segundo tempo da prorrogação, o Joaçaba lançou Yan novamente como goleiro linha. Em um chute com o gol vazio, Bazinho colocou a mão na bola para impedir o gol de Dieguinho e foi expulso restando quatro minutos de jogo.

Em contra-ataque rápido, Evandro matou a jogada na frente do árbitro e também foi expulso com pouco mais de dois minutos de jogo.

Com superioridade numérica, o Joaçaba se lançou ao ataque para tentar empatar a partida, mas parou em Willian e na boa marcação tricolor.

Sem conseguir furar a defesa joinvilense, o Joaçaba viu o apito soar e o JEC/Krona soltar o grito de campeão em casa.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futsal

Loading...