JEC/Krona viaja para enfrentar o Blumenau pela Liga Nacional

Líder do grupo, Tricolor encara o lanterna com o objetivo de manter a ponta da tabela

Líder do grupo, o JEC/Krona viaja para encarar o Blumenau neste sábado (17), na única partida que o Tricolor fará fora do Centreventos Cau Hansen neste returno da Liga Nacional. A bola rola a partir das 16h e vale a sexta vitória da equipe na competição.

JEC/Krona é o líder do grupo B e o pivô Dieguinho é um dos artilheiros da equipe, com quatro gols – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona

O jogo deste sábado é de extremos. Enquanto o JEC/Krona é o líder com 17 pontos em oito jogos, tem o segundo melhor aproveitamento da competição – atrás apenas de Sorocaba – e foi derrotado apenas uma vez, o Blumenau vive situação oposta. O time do Vale do Itajaí é o lanterna do grupo, tem apenas cinco pontos em sete jogos, venceu somente uma partida e tem o terceiro pior aproveitamento da Liga Nacional.

Pelo lado tricolor, um dos destaques é o pivô Dieguinho, que chegou a quatro gols depois de garantir a vitória contra o Atlântico, na última quarta-feira (14). Ele é, ainda, um dos líderes em assistências da equipe. Para o camisa 89, o segredo para que a equipe mantenha a liderança é manter também a intensidade.

“Estamos bem felizes em estar liderando nosso grupo, e para manter essa liderança temos que continuar com a mesma pegada que temos dentro de casa. Não podemos jogar fora tão diferente de como jogamos em casa”, avalia.

A boa fase do pivô é compartilhada com o companheiro e amigo de longa data Caio. Dieguinho e o ala já atuaram juntos em outro time e são amigos fora de quadra e a parceria ficou evidenciada imediatamente no entrosamento durante as partidas. Os dois trocam “presentes” nas partidas. O gol da última quarta-feira teve assistência de Caio. Mais uma vez.

“Fico feliz em fazer gols e ajudar o time a vencer os jogos, isso é fruto do trabalho que eu venho fazendo junto com toda a equipe. O entrosamento com o Caio vem desde 2013 quando jogamos juntos na Intelli. Ele é um cara extremamente inteligente, então fica fácil de jogar com ele. Tenho certeza que temos muito mais pra render e ajudar a equipe”, fala.

Essa é a segunda temporada de Dieguinho com a camisa tricolor. O pivô chegou na metade da temporada passada e amargou uma eliminação na Liga Nacional e um vice-campeonato catarinense. Os objetivos para um 2020 “diferente” se resumem a uma palavra, garante. Títulos.

“O meu objetivo principal é ser campeão da Liga e do Catarinense, a artilharia vai ser consequência, se vier vou ficar duplamente feliz, mas se não vier a artilharia vou ficar super feliz com os títulos que são bem mais importantes”, ressalta.

O Tricolor viaja para Blumenau com o desfalque do pivô Arthur, que deve ficar afastado por uma semana se recuperando de um estiramento no ligamento cruzado.

Relacionados

Goleiros: Willian e Dennis

Fixos: Leco, Machado e Andrei

Alas: Caio, Crystian, Igor Carioca, Renatinho, Rodriguinho e Xuxa

Pivôs: Igor Costa, Genaro e Dieguinho

+

Futsal