Drika Evarini

adrieli.evarini@ndmais.com.br Opinião, novidades, contratações e bastidores do esporte joinvilense e muito mais. Apaixonada por futebol, basquete, futsal e tudo que envolve o mundo do esporte, está sempre atenta a tudo que acontece dentro e fora dos campos e das quadras.


‘Nem nos melhores sonhos imaginei um ano tão bom’, fala João Silveira após hat-trick em final

Fixo do JEC Futsal marcou três gols no primeiro jogo da final do Estadual Sub-20 e ainda se viu ganhando espaço no elenco principal na temporada 2021

Apenas 20 anos, três gols na final do Estadual Sub-20, espaço na equipe principal e o sonho de vestir a camisa do time do coração. A temporada do fixo João Silveira superou as expectativas e está prestes a encerrar com um título importante depois de mais uma atuação de almanaque. Com três gols no primeiro jogo da final do Campeonato Catarinense Sub-20, João Silveira comemora a atuação, o bom jogo da equipe, mas tem os pés no chão. “Não tem nada ganho”, diz.

Com direito a hat-trick no primeiro jogo da final do Estadual, João Silveira vive grande temporada no Sub-20 e com espaço no elenco principal – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/NDCom direito a hat-trick no primeiro jogo da final do Estadual, João Silveira vive grande temporada no Sub-20 e com espaço no elenco principal – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/ND

Se na memória ainda estão vivas as imagens dos jogos do JEC Futsal no ginásio Ivan Rodrigues, João Silveira trabalhou duro para transformar o sonho em realidade. Formado nas categorias de base do Tricolor, ele está a um empate de comemorar mais um título em um ano mágico. Mas, ele logo se apressa em dizer que a equipe precisa continuar trabalhando duro para garantir o título.

O hat-trick do fixo garantiu a vitória por 3 a 2 sobre o Concórdia, mas se engana quem pensa que ele se contenta com o empate para levantar a taça. “Time grande como o nosso não tem que pensar em vantagem, tem que pensar em ganhar o jogo como já fomos pensando em ganhar lá. A expectativa é muito grande, contamos muito com o apoio da nossa torcida, que é fundamental. Será um jogo muito difícil, a equipe deles é muito qualificada, valente e tenho certeza que esse resultado não os abalou. Eles podem chegar aqui e nos surpreender”, fala.

Em jogo disputado e equilibrado, o Tricolor garantiu a vitória no Oeste e apesar de ter marcado os três gols e reconhecer a boa atuação individual, João Silveira destaca a força do elenco.

“Eu fui bem, fui eficiente nas chances que tive, mas nada aconteceria sem meus parceiros. No terceiro gol, por exemplo, o Fabinho fez uma baita jogada, dividindo, trombando, e tocando com qualidade. Fiquei muito feliz com a minha atuação, mas se meus parceiros não dessem a vida, não fossem frios de executar tudo perfeitamente, de nada adiantaria”, ressalta.

Além da boa temporada no Sub-20, o fixo ainda comemora o espaço no elenco principal. Relacionado para jogos do Estadual, da Liga Nacional e da Taça Brasil, João Silveira teve boa minutagem e ótimas atuações nas competições adultas. Um sonho realizado, garante. Mais um.

“Nem nos melhores maiores sonhos eu poderia imaginar que esse ano seria tão bom para mim. Eu, como torcedor, subir para o profissional no JEC e conquistar esse espaço foi muito importante. Os atletas, a comissão do adulto, todos nos dão muita liberdade, dicas. É realmente um sonho realizado estar no meio de tantos craques, ídolos, referências que eu assistia”, ressalta.

Torcedor do JEC e criado na base, o fixo fala, ainda, sobre a experiência de dividir a quadra com ídolos – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/NDTorcedor do JEC e criado na base, o fixo fala, ainda, sobre a experiência de dividir a quadra com ídolos – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/ND

E por falar em ídolos, além dos que dividem a quadra com ele, João tem suas referências, aquelas que assistia desde que era apenas uma criança ansiosa para invadir a quadra do Ivan Rodrigues após os jogos.

“Todos da minha posição, o Índio, um ídolo; o Leco, que não tem nem o que dizer, é uma referência e o Neto, por tudo, por toda a história e por ser uma grande referência para todos nós”, conta.

Mas, a temporada ainda não acabou e no próximo sábado (27), às 11h30, o Tricolor recebe o Concórdia no ginásio do Grêmio Whirpool para o jogo de volta e o recado é de quem estava na arquibancada e realizou o sonho de vestir o preto, branco e vermelho.

“Chegou a hora, sábado é o dia. Contamos com a presença de todos. A torcida é fundamental para nós. Quando estamos aquecendo enquanto vemos a galera chegando já dá uma energia, um calor porque são fundamentais para a nossa conquista”, finaliza.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...