Portaria libera futsal em SC e Campeonato Catarinense deve começar na próxima semana

Documento que libera e regulamenta o retorno dos jogos de futsal foi publicado nesta sexta-feira (25) 

Depois de meses, o futsal está liberado em Santa Catarina e a bola pesada pode rolar nas quadras do Estado. A portaria que libera e regulamenta o retorno dos jogos foi publicada nesta sexta-feira (25) e, sem perder tempo, a Federação Catarinense deve iniciar o Estadual na próxima semana.

Com liberação, Campeonato Catarinense começa na próxima semana e equipes catarinenses podem jogar em casa na Liga Nacional – Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona

A competição, que geralmente começa em março, será adaptada à nova realidade e a fórmula de disputa será alterada. De acordo com o diretor técnico da Federação, Marcel Ribeiro, a competição será mantida em turno único com as nove equipes jogando entre si. Os oito classificados para os playoffs seguem a disputa em mata-mata, com jogos de ida e volta. A intenção é que o campeonato termine entre os dias 10 e 20 de dezembro, mantendo o padrão já adotado.

“Vamos ter que adaptar nesse primeiro momento. Sabemos que teremos que fazer encaixes porque temos um calendário cheio agora e vamos ter que fazer uma ginástica com a tabela”, fala.

Além do Campeonato Catarinenses, as equipes ainda disputam a Liga Nacional. Além disso, nos próximos meses há a disputa da Taça Brasil, com Tubarão e Joaçaba representando Santa Catarina e o Jasc.

A liberação viabiliza a realização das partidas da Liga Nacional no Estado e, com isso, JEC/Krona, Jaraguá, Blumenau, Joaçaba e Tubarão podem mandar seus jogos “em casa”.

Para o presidente da Federação, Leandro D’Avila, a liberação é um “alívio”. “Estamos com a competição pronta para iniciar desde março, só conseguimos realizar dois jogos da Recopa e as equipes também precisam disputar os jogos porque há compromissos com patrocinadores, com atletas. Sabemos que encaixes serão necessários, mas agora vamos trabalhar para fazer uma boa competição”, diz.

O técnico do JEC/Krona, Daniel Jr. elege três principais pontos importantes dessa retomada: possibilidade de jogar em casa e evitar viagens longas e desgastantes, performance dos atletas e rodagem de jogos. “Quanto mais jogarmos, melhor. Se tivéssemos o Estadual há mais tempo, nosso time estaria em outro nível”, avalia.

A portaria libera os jogos mas traz, também, exigências: os jogos permanecem sem público, cumprimento das normas sanitárias e realização de testes rápidos até 24 horas antes das partidas.

+

Futsal