Boeing 787, Airbus A350 e até um modelo russo: conheça os aviões mais modernos da atualidade

Família Airbus A320neo: a nova geração do A320 conta com motores mais modernos e eficientes da CFM International ou da Pratt & Whitney, redução de peso e soluções aerodinâmicas para ser mais eficiente - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação /Garagem 360/ND

Airbus A321neo: mais um membro da família A320neo, também passou por melhorias nessa nova geração - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação /Garagem 360/ND

Airbus A321neo: mais um membro da família A320neo, também passou por melhorias nessa nova geração - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação /Garagem 360/ND

Airbus A330neo: pode ser equipado com a cabine Airspace e conta com peças de titânio para ficar mais leve. Para melhorar a eficiência, utiliza motores de última geração da Rolls-Royce - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação/Garagem 360/ND

Airbus A330neo: pode ser equipado com a cabine Airspace e conta com peças de titânio para ficar mais leve. Para melhorar a eficiência, utiliza motores de última geração da Rolls-Royce - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação/Garagem 360/ND

Airbus A330neo: pode ser equipado com a cabine Airspace e conta com peças de titânio para ficar mais leve. Para melhorar a eficiência, utiliza motores de última geração da Rolls-Royce - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação/Garagem 360/ND

Airbus A350 XWB: essa aeronave conta com design inovador, asas com materiais compostos e que podem mudar de forma para economizar combustível, além de utilizar materiais leves, como a fibra de carbono, na construção. Seu interior promete reduzir os efeitos do jet lag e para ser mais eficiente, utiliza motores de última geração da Rolls-Royce - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação/Garagem 360/ND

Airbus A350 XWB: essa aeronave conta com design inovador, asas com materiais compostos e que podem mudar de forma para economizar combustível, além de utilizar materiais leves, como a fibra de carbono, na construção. Seu interior promete reduzir os efeitos do jet lag e para ser mais eficiente, utiliza motores de última geração da Rolls-Royce - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação/Garagem 360/ND

Airbus A350 XWB: essa aeronave conta com design inovador, asas com materiais compostos e que podem mudar de forma para economizar combustível, além de utilizar materiais leves, como a fibra de carbono, na construção. Seu interior promete reduzir os efeitos do jet lag e para ser mais eficiente, utiliza motores de última geração da Rolls-Royce - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação/Garagem 360/ND

Airbus A380: o superjumbo ainda é o maior avião de passageiros do mundo, podendo levar até 544 pessoas. Sua construção utiliza camadas alternadas de liga de alumínio e fibra de vidro, para reduzir o peso e aumentar a autonomia - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação /Garagem 360/ND

Airbus A380: o superjumbo ainda é o maior avião de passageiros do mundo, podendo levar até 544 pessoas. Sua construção utiliza camadas alternadas de liga de alumínio e fibra de vidro, para reduzir o peso e aumentar a autonomia - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação /Garagem 360/ND

Airbus A380: o superjumbo ainda é o maior avião de passageiros do mundo, podendo levar até 544 pessoas. Sua construção utiliza camadas alternadas de liga de alumínio e fibra de vidro, para reduzir o peso e aumentar a autonomia - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação /Garagem 360/ND

Boeing 737 MAX: essa aeronave é uma das mais antigas e populares da história da aviação, mas a nova geração ganhou diversas melhorias, como detalhes aerodinâmicos para reduzir o arrasto e motores mais modernos da CFM International - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação/Garagem 360/ND

Boeing 737 MAX: essa aeronave é uma das mais antigas e populares da história da aviação, mas a nova geração ganhou diversas melhorias, como detalhes aerodinâmicos para reduzir o arrasto e motores mais modernos da CFM International - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação/Garagem 360/ND

Boeing 737 MAX: essa aeronave é uma das mais antigas e populares da história da aviação, mas a nova geração ganhou diversas melhorias, como detalhes aerodinâmicos para reduzir o arrasto e motores mais modernos da CFM International - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação/Garagem 360/ND

Boeing 777-ER300: mais eficiente que o 777 convencional, esse modelo tem aerodinâmica mais refinada, utiliza ligas de alumínio e fibra de carbono em sua construção, além de ser mais silencioso - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação/Garagem 360/ND

Boeing 777-ER300: mais eficiente que o 777 convencional, esse modelo tem aerodinâmica mais refinada, utiliza ligas de alumínio e fibra de carbono em sua construção, além de ser mais silencioso - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação/Garagem 360/ND

Boeing 777-ER300: mais eficiente que o 777 convencional, esse modelo tem aerodinâmica mais refinada, utiliza ligas de alumínio e fibra de carbono em sua construção, além de ser mais silencioso - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação/Garagem 360/ND

Boeing 787: talvez o mais moderno da atualidade, esse avião usa fibra de carbono na construção, motores de última geração da Rolls-Royce ou da G.E e tem aerodinâmica avançada para ter um longo alcance, mas gastando pouco combustível - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação/Garagem 360/ND

Boeing 787: talvez o mais moderno da atualidade, esse avião usa fibra de carbono na construção, motores de última geração da Rolls-Royce ou da G.E e tem aerodinâmica avançada para ter um longo alcance, mas gastando pouco combustível - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação/Garagem 360/ND

Boeing 787: talvez o mais moderno da atualidade, esse avião usa fibra de carbono na construção, motores de última geração da Rolls-Royce ou da G.E e tem aerodinâmica avançada para ter um longo alcance, mas gastando pouco combustível - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação/Garagem 360/ND

Últimas notícias