Coronavírus: veja como foi o primeiro dia de estado de emergência em Florianópolis

O Terminal Rita Marial ficará fechado a partir dessa quarta-feira (18), em virtude do decreto estadual que estabelece medidas para frear a pandemia de coronavírus - Foto Flavio Tin/ND

O Terminal Rita Marial ficará fechado a partir dessa quarta-feira (18), em virtude do decreto estadual que estabelece medidas para frear a pandemia de coronavírus - Foto Flavio Tin/ND

Linhas intermunicipais e interestaduais com destino a Florianópolis e com saídas previstas ao longo do dia não poderão realizar o desembarque - Foto Flavio Tin/ND

Linhas intermunicipais e interestaduais com destino a Florianópolis e com saídas previstas ao longo do dia não poderão realizar o desembarque - Foto Flavio Tin/ND

Após o decreto, o transporte público municipal deve parar de funcionar nesta quinta-feira (19) - Foto Flavio Tin/ND

Após o decreto, o transporte público municipal deve parar de funcionar nesta quinta-feira (19) - Foto Flavio Tin/ND

A partir de quinta-feira (19) nenhuma linha embarcará ou desembarcará passageiros no Terminal Rita Maria. Isso vale para linhas com destino final ou apenas passagem pelo município. Para informações e remarcação de passagens os passageiros deverão fazer contato com a empresa de ônibus - Foto Flavio Tin/ND

A partir de quinta-feira (19) nenhuma linha embarcará ou desembarcará passageiros no Terminal Rita Maria. Isso vale para linhas com destino final ou apenas passagem pelo município. Para informações e remarcação de passagens os passageiros deverão fazer contato com a empresa de ônibus - Foto Flavio Tin/ND

Grupos de policiais foram ao Centro de Florianópolis para alertar comerciantes, ambulantes e artistas de rua. Somente os serviços essenciais seguem funcionando normalmente - Foto Flavio Tin/ND

Grupos de policiais foram ao Centro de Florianópolis para alertar comerciantes, ambulantes e artistas de rua. Somente os serviços essenciais seguem funcionando normalmente - Foto Flavio Tin/ND

De acordo com a PM, a ronda para fiscalizar os estabelecimentos está sendo feita por alunos do curso de sargentos. Houve convocação, e o trabalho foi feito no sentido de orientar comerciantes e a população sobre o decreto do Governo - Foto Flavio Tin/ND

De acordo com a PM, a ronda para fiscalizar os estabelecimentos está sendo feita por alunos do curso de sargentos. Houve convocação, e o trabalho foi feito no sentido de orientar comerciantes e a população sobre o decreto do Governo - Foto Flavio Tin/ND

A partir de quinta-feira (19), qualquer comércio que estiver em desacordo com o decreto estadual terá um hora para fechar - Pequenos comercios e COVID-19_Anderson Coelho_4268

A partir de quinta-feira (19), qualquer comércio que estiver em desacordo com o decreto estadual terá um hora para fechar - Pequenos comercios e COVID-19_Anderson Coelho_4268

Caso o estabelecimento não feche em uma hora, será lavrado um BO (Boletim de Ocorrência) notificando o proprietário ou responsável do estabelecimento por ato de infração administrativa. A PM seguirá em rondas pelas cidades para verificar possíveis irregularidades - Foto Flavio Tin/ND

Caso o estabelecimento não feche em uma hora, será lavrado um BO (Boletim de Ocorrência) notificando o proprietário ou responsável do estabelecimento por ato de infração administrativa. A PM seguirá em rondas pelas cidades para verificar possíveis irregularidades - Foto Flavio Tin/ND

Para denunciar preços abusivos e irregularidades, ligue 190 (Polícia Militar) ou 181 - Foto Flavio Tin/ND

Para denunciar preços abusivos e irregularidades, ligue 190 (Polícia Militar) ou 181 - Foto Flavio Tin/ND

Últimas notícias