Para fugir dos bloquinhos: confira filmes e séries para assistir no Carnaval

Dois Papas (2019, Netflix) - A imagem do poster de Dois Papas, com Jonathan Pryce e Anthony Hopkins sentados à distância tomando chá, dão a ideia de que o novo filme de Fernando Meirelles é uma experiência entediante. Mas não é. Através de uma conversa imaginada entre os dois últimos papas, o filme nos transporta para os conflitos internos da Igreja Católica, ao futebol e até mesmo para a ditadura argentina. Tudo de uma forma leve e divertida, fazendo com que os 125 minutos de filme voem. - Netflix/Divulgação/ND

Dois Papas (2019, Netflix) - A imagem do poster de Dois Papas, com Jonathan Pryce e Anthony Hopkins sentados à distância tomando chá, dão a ideia de que o novo filme de Fernando Meirelles é uma experiência entediante. Mas não é. Através de uma conversa imaginada entre os dois últimos papas, o filme nos transporta para os conflitos internos da Igreja Católica, ao futebol e até mesmo para a ditadura argentina. Tudo de uma forma leve e divertida, fazendo com que os 125 minutos de filme voem. - Netflix/Divulgação/ND

Fleabag (2019, Amazon Prime) - Quem quer fugir da folia, mas manter a irreverência deve assistir Fleabag. A série foi a maior premiada no último Emmy Awards, levando a estatueta de melhor comédia do ano. Com 12 episódios de 25 minutos entramos no mundo íntimo de Flebag, que conversa diretamente com a gente enquanto se apaixona por um padre, lida com a irmã desassossegada e com uma madrasta maldosa, administra um café de hamsters e luta diariamente para lidar com a morte da melhor amiga. É uma comédia sensível, considerada por parte da crítica a comédia mais criativa da última década. - Amazon Prime/Divulgação/ND

Fleabag (2019, Amazon Prime) - Quem quer fugir da folia, mas manter a irreverência deve assistir Fleabag. A série foi a maior premiada no último Emmy Awards, levando a estatueta de melhor comédia do ano. Com 12 episódios de 25 minutos entramos no mundo íntimo de Flebag, que conversa diretamente com a gente enquanto se apaixona por um padre, lida com a irmã desassossegada e com uma madrasta maldosa, administra um café de hamsters e luta diariamente para lidar com a morte da melhor amiga. É uma comédia sensível, considerada por parte da crítica a comédia mais criativa da última década. - Amazon Prime/Divulgação/ND

1917 (2019, em exibição nos cinemas) - Agora, quem quer vivenciar o extremo oposto do sentimento carnavalesco deve ir aos cinemas assistir 1917. O que é o mesmo que estar em um front da Primeira Guerra Mundial. Durante duas horas acompanhamos dois soldados que tem a missão de entregar uma mensagem a um batalhão inglês, salvando 1600 homens de uma emboscada alemã. Para isso, devem passar por corpos, armadilhas e inimigos. O maior barato do filme é acompanhar tudo de forma contínua, como se não houvessem cortes (mas não se engane, tem cortes sim!). Não há grandes personagens e narrativas, mas sim movimento e todo o horror da guerra. É uma experiência visceral. - Divulgação/ND

1917 (2019, em exibição nos cinemas) - Agora, quem quer vivenciar o extremo oposto do sentimento carnavalesco deve ir aos cinemas assistir 1917. O que é o mesmo que estar em um front da Primeira Guerra Mundial. Durante duas horas acompanhamos dois soldados que tem a missão de entregar uma mensagem a um batalhão inglês, salvando 1600 homens de uma emboscada alemã. Para isso, devem passar por corpos, armadilhas e inimigos. O maior barato do filme é acompanhar tudo de forma contínua, como se não houvessem cortes (mas não se engane, tem cortes sim!). Não há grandes personagens e narrativas, mas sim movimento e todo o horror da guerra. É uma experiência visceral. - Divulgação/ND

Joias Brutas (2019, Netflix) - Com 30 anos de carreira nas costas, foi em 2019 que Adam Sandler realizou a melhor performance da sua carreira. Em Joias Brutas o ator incorpora Howard: um judeu que aplica golpes, acumula dívidas e aposta na sorte. Ele também é um pai ausente, um marido canalha e um amante paranoico - e ele sabe de tudo isso. Desde a perseguição de quem quer seu dinheiro pago, uma aposta que não se concretiza e até uma simples porta que não abre: é o espectador que sente toda a tensão que Howard devia sentir, pois para ele só importa uma coisa: enriquecer. - MK4/Divulgação/ND

Joias Brutas (2019, Netflix) - Com 30 anos de carreira nas costas, foi em 2019 que Adam Sandler realizou a melhor performance da sua carreira. Em Joias Brutas o ator incorpora Howard: um judeu que aplica golpes, acumula dívidas e aposta na sorte. Ele também é um pai ausente, um marido canalha e um amante paranoico - e ele sabe de tudo isso. Desde a perseguição de quem quer seu dinheiro pago, uma aposta que não se concretiza e até uma simples porta que não abre: é o espectador que sente toda a tensão que Howard devia sentir, pois para ele só importa uma coisa: enriquecer. - MK4/Divulgação/ND

Midsommar: O Mal Não Espera a Noite (2019, Amazon Prime) - Se “Hereditário” foi o terror de maior destaque em 2018, Midsommar é definitivamente o representante de 2019. O filme conta a história de Dani, que perdeu toda a sua família em um acidente. Para enfrentar o luto, ela vai com um grupo de amigos até a Suécia participar de um festival local de verão. Ao invés das férias tranquilas com a qual todos sonhavam, o grupo se depara com rituais bizarros de uma adoração pagã. É um filme de terror à luz do dia. Vale a pena conferir. - A24/Divulgação/ND

Midsommar: O Mal Não Espera a Noite (2019, Amazon Prime) - Se “Hereditário” foi o terror de maior destaque em 2018, Midsommar é definitivamente o representante de 2019. O filme conta a história de Dani, que perdeu toda a sua família em um acidente. Para enfrentar o luto, ela vai com um grupo de amigos até a Suécia participar de um festival local de verão. Ao invés das férias tranquilas com a qual todos sonhavam, o grupo se depara com rituais bizarros de uma adoração pagã. É um filme de terror à luz do dia. Vale a pena conferir. - A24/Divulgação/ND

American Factory (2019, Netflix) - Campeão da categoria “Melhor Documentário”, American Factory conta a história de uma empresa chinesa que assume o controle de uma fábrica abandonada da General Motors, nos EUA. Alguns dos trabalhadores que foram demitidos durante a crise de 2008 foram recontratados seis anos depois pela empresa chinesa, enfrentando relações de trabalho ainda mais frágeis e uma série de novos valores implementados pela nova empresa. Filmado durante dois anos, American Factory é um retrato das mudanças trazidas pela globalização, como também da exploração moderna de trabalho. - Netflix/Divulgação/ND

American Factory (2019, Netflix) - Campeão da categoria “Melhor Documentário”, American Factory conta a história de uma empresa chinesa que assume o controle de uma fábrica abandonada da General Motors, nos EUA. Alguns dos trabalhadores que foram demitidos durante a crise de 2008 foram recontratados seis anos depois pela empresa chinesa, enfrentando relações de trabalho ainda mais frágeis e uma série de novos valores implementados pela nova empresa. Filmado durante dois anos, American Factory é um retrato das mudanças trazidas pela globalização, como também da exploração moderna de trabalho. - Netflix/Divulgação/ND

Parasita (2019, em exibição nos cinemas) -
O filme sul-coreano Parasita voltou às telonas após a cerimônia da Oscar realizado no último dia 9. Não por menos: o filme Bong Joon-Ho foi o primeiro longa não inglês a vencer o maior prêmio da academia, e também registrou uma façanha inédita: vencer a Palma de Ouro em Cannes e os quatro principais prêmios do Oscar. “Parasita” conta a história de uma família pobre e desempregada que, utilizando de todas as formas imagináveis, lentamente se ‘infiltra’ na casa de outra família, da alta classe. Através de um suspense equilibrado com momentos de humor e horror, o filme catalisa o sentimento que permeia as contradições sociais que atingem o mundo contemporâneo. - Divulgação/ND

Parasita (2019, em exibição nos cinemas) - O filme sul-coreano Parasita voltou às telonas após a cerimônia da Oscar realizado no último dia 9. Não por menos: o filme Bong Joon-Ho foi o primeiro longa não inglês a vencer o maior prêmio da academia, e também registrou uma façanha inédita: vencer a Palma de Ouro em Cannes e os quatro principais prêmios do Oscar. “Parasita” conta a história de uma família pobre e desempregada que, utilizando de todas as formas imagináveis, lentamente se ‘infiltra’ na casa de outra família, da alta classe. Através de um suspense equilibrado com momentos de humor e horror, o filme catalisa o sentimento que permeia as contradições sociais que atingem o mundo contemporâneo. - Divulgação/ND

História de um Casamento (2019, Netflix) - A primeira vista, a impressão é que o filme de Noah Baumbach devia se chamar, na real, "história de um divórcio". Ele conta os desdobramentos do casal Nicole e Charlie, e todo o estresse que acompanha a rotina de separação de bens e a disputa pela guarda do filho do casal, Henry. Quando o filme traz as memórias do ex-casal, percebemos que o divórcio sempre esteve junto ao casamento: desde o primeiro momento, nos fazendo perceber que, fatalmente, toda relação tem um fim. O filme conta com atuações de Scarlett Johansson e Adam Driver. - Netflix/Divulgação/ND

História de um Casamento (2019, Netflix) - A primeira vista, a impressão é que o filme de Noah Baumbach devia se chamar, na real, "história de um divórcio". Ele conta os desdobramentos do casal Nicole e Charlie, e todo o estresse que acompanha a rotina de separação de bens e a disputa pela guarda do filho do casal, Henry. Quando o filme traz as memórias do ex-casal, percebemos que o divórcio sempre esteve junto ao casamento: desde o primeiro momento, nos fazendo perceber que, fatalmente, toda relação tem um fim. O filme conta com atuações de Scarlett Johansson e Adam Driver. - Netflix/Divulgação/ND

High Life (2019, Amazon Prime) - High Life funde sci-fi, o espaço e erotismo com atuações de Robert Pattinson e Juliette Binoche. Eles são parte de um grupo de criminosos que são mandados ao espaço para investigar a possibilidade de energia alternativa perto de um buraco negro. Em troca, eles receberiam liberdade. O problema é que a missão dá errado quando uma tempestade de raios cósmicos atinge a nave. - Amazon Prime/DivulgaçãoND

High Life (2019, Amazon Prime) - High Life funde sci-fi, o espaço e erotismo com atuações de Robert Pattinson e Juliette Binoche. Eles são parte de um grupo de criminosos que são mandados ao espaço para investigar a possibilidade de energia alternativa perto de um buraco negro. Em troca, eles receberiam liberdade. O problema é que a missão dá errado quando uma tempestade de raios cósmicos atinge a nave. - Amazon Prime/DivulgaçãoND

Eu perdi meu corpo (2019, Netflix) - A animação francesa “Eu Perdi Meu Corpo” foi uma das concorrentes ao Oscar de Melhor Animação. Com uma história nada convencional, o filme narra a história de uma mão a procura do seu dono, como também a infância e a vida adulta do rapaz. - Netflix/Divulgação/ND

Eu perdi meu corpo (2019, Netflix) - A animação francesa “Eu Perdi Meu Corpo” foi uma das concorrentes ao Oscar de Melhor Animação. Com uma história nada convencional, o filme narra a história de uma mão a procura do seu dono, como também a infância e a vida adulta do rapaz. - Netflix/Divulgação/ND

Últimas notícias