Seis dias depois, estragos causados pela maré alta permanecem no litoral do Campeche

Na madrugada da última quarta-feira (27), uma maré alta começou a provocar diversos estragos em residências no Campeche, em Florianópolis - Anderson Coelho/ND

Na madrugada da última quarta-feira (27), uma maré alta começou a provocar diversos estragos em residências no Campeche, em Florianópolis - Anderson Coelho/ND

Por conta do perigo, quatro residências foram interditadas pela Defesa Civil da Capital - Anderson Coelho/ND

Por conta do perigo, quatro residências foram interditadas pela Defesa Civil da Capital - Anderson Coelho/ND

A Defesa Civil seguiu monitorando a situação do local na última quinta-feira (28) - Anderson Coelho/ND

A Defesa Civil seguiu monitorando a situação do local na última quinta-feira (28) - Anderson Coelho/ND

As famílias que tiveram suas casas interditadas por causa dos perigos na estrutura física foram acolhidas por familiares. Ninguém precisou de suporte por parte da Prefeitura de Florianópolis - Anderson Coelho/ND

As famílias que tiveram suas casas interditadas por causa dos perigos na estrutura física foram acolhidas por familiares. Ninguém precisou de suporte por parte da Prefeitura de Florianópolis - Anderson Coelho/ND

Um dos locais mais atingidos pela maré alta foi um hostel localizado próximo à praia do Campeche. Na ocasião, o local havia sido interditado pela Defesa Civil na última terça-feira (26) - Anderson Coelho/ND

Um dos locais mais atingidos pela maré alta foi um hostel localizado próximo à praia do Campeche. Na ocasião, o local havia sido interditado pela Defesa Civil na última terça-feira (26) - Anderson Coelho/ND

Na ocasião, os ventos foram de 50 a 60 km/h e ondas de dois a três metros de altura - Anderson Coelho/ND

Na ocasião, os ventos foram de 50 a 60 km/h e ondas de dois a três metros de altura - Anderson Coelho/ND

Nesta terça-feira (2), a maré continuava próxima aos terrenos das residências - Anderson Coelho/ND

Nesta terça-feira (2), a maré continuava próxima aos terrenos das residências - Anderson Coelho/ND

Além da barreira com madeiras, sacos de areia também reforçavam a proteção do solo das casas, mas não foi o necessário para segurar a ressaca - Anderson Coelho/ND

Além da barreira com madeiras, sacos de areia também reforçavam a proteção do solo das casas, mas não foi o necessário para segurar a ressaca - Anderson Coelho/ND

Últimas notícias

Editorial

O adiamento das eleições municipais de outubro para novembro, promulgado ontem pelo Congresso Nacional, é apenas um paliativo […]