Veja imagens do esqueleto de 5 mil anos encontrado em Ilhota

Novas conclusões sobre o modo de vida das populações que viviam no Vale do Itajaí há milhares de anos - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Novas conclusões sobre o modo de vida das populações que viviam no Vale do Itajaí há milhares de anos - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Foram encontrados dois esqueletos humanos, ossos de animais e fogueiras. - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Foram encontrados dois esqueletos humanos, ossos de animais e fogueiras. - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Descoberta foi feita em junho de 2018 em obras na BR-470, em Ilhota - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Descoberta foi feita em junho de 2018 em obras na BR-470, em Ilhota - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Um dos esqueletos pertenceu a uma mulher com idade entre 20 e 30 anos. - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Um dos esqueletos pertenceu a uma mulher com idade entre 20 e 30 anos. - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Ossadas estavam a 20 metros de distância uma da outra, porém ambas na base do sítio - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Ossadas estavam a 20 metros de distância uma da outra, porém ambas na base do sítio - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Material está sob a guarda da Unesc (Universidade do Extremo Sul Catarinense) em Criciúma - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Material está sob a guarda da Unesc (Universidade do Extremo Sul Catarinense) em Criciúma - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Estudos realizados pela Espaço Arqueologia indicam que, quando construído, o sambaqui estaria situado em uma pequena ilha estuarina, ambiente aquático de transição entre o rio e o mar. - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Estudos realizados pela Espaço Arqueologia indicam que, quando construído, o sambaqui estaria situado em uma pequena ilha estuarina, ambiente aquático de transição entre o rio e o mar. - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Ilhota teria sido um refúgio para eventos ritualísticos, contexto evidenciado pelas condições do sepultamento de um membro do grupo que viveu há aproximadamente 5.880 anos - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Ilhota teria sido um refúgio para eventos ritualísticos, contexto evidenciado pelas condições do sepultamento de um membro do grupo que viveu há aproximadamente 5.880 anos - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Com a regressão do nível do mar, a região passou a fazer parte do continente como conhecemos hoje - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Com a regressão do nível do mar, a região passou a fazer parte do continente como conhecemos hoje - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

O esqueleto estudado pertenceu a uma jovem mulher, cuja causa da morte é desconhecida - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

O esqueleto estudado pertenceu a uma jovem mulher, cuja causa da morte é desconhecida - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

A mulher foi sepultada em cova rasa, deitada de lado e com as pernas e braços parcialmente dobrados - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

A mulher foi sepultada em cova rasa, deitada de lado e com as pernas e braços parcialmente dobrados - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Após análise dos ossos foi possível constatar que, no primeiro momento do ritual, pigmentos vermelhos de origem mineral ferroso, popularmente conhecido como ocre, foi pulverizado sobre o corpo. - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Após análise dos ossos foi possível constatar que, no primeiro momento do ritual, pigmentos vermelhos de origem mineral ferroso, popularmente conhecido como ocre, foi pulverizado sobre o corpo. - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Depois do tingimento, conforme as análises, foi construída uma grande fogueira ao lado da cova, onde foram consumidos muitos peixes, e seus ossos jogados ao fogo - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Depois do tingimento, conforme as análises, foi construída uma grande fogueira ao lado da cova, onde foram consumidos muitos peixes, e seus ossos jogados ao fogo - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Por fim, o corpo foi coberto por um monte com cerca de 50 cm de conchas. - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Por fim, o corpo foi coberto por um monte com cerca de 50 cm de conchas. - Espaço Arqueologia/Divulgação/ND

Últimas notícias