5 cervejarias premiadas de Jaraguá do Sul que você precisa conhecer

De premiações nacionais a internacionais, as cervejarias garantem sabor, consistência e qualidade em todas as produções; veja quais são

Quem aprecia uma boa cerveja e deseja fazer uma rota cultural e gastronômica para provar as melhores produções de Santa Catarina, saiba que a sua viagem já tem o destino certo: é em Jaraguá do Sul, na região Norte, que a rota da cerveja artesanal carimba boas produções com cervejarias e fábricas nativas da região que carregam na sua história diversos prêmios nacionais e internacionais.

Cerveja Defumada, da Cervejaria Königs Bier, já conquistou 16 prêmios – Foto: Cervejaria Königs Bier/DivulgaçãoCerveja Defumada, da Cervejaria Königs Bier, já conquistou 16 prêmios – Foto: Cervejaria Königs Bier/Divulgação

Não é mais preciso sair do país para provar boas cervejas europeias. Nas cidades catarinenses com histórico da imigração alemã, a produção de cerveja artesanal se expande cada vez mais nas criações de diversos tipos e sabores. Em Jaraguá do Sul, por exemplo, a Lei Municipal nº 8.190/2019 valoriza as cervejarias e marcas da região com o Selo da Cerveja de Jaraguá do Sul. Para isso, as marcas precisam estar dentro de uma série de critérios e processos e se inscrever em um edital municipal.

Com etapas diferenciadas para produção de cerveja artesanal, conheça cinco marcas jaraguaenses que carregam o selo de cerveja artesanal de Jaraguá do Sul e que, inclusive, algumas delas poderão ser provadas na 32ª edição da Schutzenfest (Festa do Tiro), evento tradicional e popular na cidade previsto para ocorrer de 10 a 20 de novembro deste ano.

1. Cervejaria Königs Bier

Catharina Sour é um dos primeiros estilos de cerveja brasileira desenvolvida pela cervejaria – Foto: Cervejaria Königs Bier/DivulgaçãoCatharina Sour é um dos primeiros estilos de cerveja brasileira desenvolvida pela cervejaria – Foto: Cervejaria Königs Bier/Divulgação

Com 15 anos de produção de cerveja artesanal, a Cervejaria Königs Bier conta com três marcas e 19 rótulos na sua linha de produtos. Na sua história, a cervejaria mais premiada de Jaraguá do Sul carrega 27 prêmios nacionais e internacionais conquistados na Argentina, México, Bélgica e Inglaterra – neste último país, inclusive, as quatro participações trouxeram premiações para casa.

Entre os destaques das produções, duas delas perfilam na linha de premiações: a Cerveja Defumada, com 16 prêmios, e a Catharina Sour, um dos primeiros estilos de cerveja brasileira desenvolvida pela Cervejaria Königs Bier. No comércio local é fácil de encontrar essas duas e outras produções da marca em Jaraguá do Sul.

Agora, se você quer ir além e conhecer o processo de fabricação, é possível fazer uma visita guiada pela fábrica com o sommelier da Cervejaria Königs Bier, que explica sobre o processo produtivo e mercado. Ao final, o visitante recebe orientações sobre os pontos de venda na cidade para fazer degustação dos rótulos.

2. Cervejaria Maestro

Cervejaria Maestro é responsável pela primeira cerveja artesanal produzida e engarrafada de Jaraguá do Sul – Foto: Cervejaria Maestro/DivulgaçãoCervejaria Maestro é responsável pela primeira cerveja artesanal produzida e engarrafada de Jaraguá do Sul – Foto: Cervejaria Maestro/Divulgação

Na linha de frente da produção da primeira cerveja artesanal produzida e engarrafada de Jaraguá do Sul, a Cervejaria Maestro, com oito anos de atuação no mercado, está com produção em linha de nove cervejas artesanais, mas no seu catálogo são mais de 30 opções feitas para necessidades especiais ou sob encomenda.

No histórico das premiações, a Cervejaria Maestro conta com três cervejas premiadas: a Maestro Dueto, uma BarleyWine que ganhou medalha de prata no Beer Cup 2021, e duas medalhas de ouro do Concurso Brasileiro de Cervejas com a Stout e a Maestro Scherzo Goze.

Quem deseja provar as produções da Cervejaria Maestro em Jaraguá do Sul, além de encontrar no comércio local, também tem a possibilidade de fazer uma visita guiada na fábrica e acompanhar de perto todas as etapas da produção por meio de um envidraçamento que possibilita aos visitantes assistirem todos os processos da cervejaria. Em breve, a cervejaria deve inaugurar um espaço para compra e consumo local.

3. Cerveja Stannis

Cerveja Stannis já conquistou 25 prêmios na produção de cerveja artesanal – Foto: Cerveja Stannis/DivulgaçãoCerveja Stannis já conquistou 25 prêmios na produção de cerveja artesanal – Foto: Cerveja Stannis/Divulgação

Com dez anos de história e 25 prêmios na produção de cerveja artesanal, a Cerveja Stannis tem como característica o ideal de comunidade, ou seja, faz para e com os clientes.

Ao todo, são cerca de 50 mil litros/mês de cervejas artesanais que podem ser provadas na própria cervejaria da marca, que une bar e loja e no mesmo local, além de cinco Stannis Pubs e Tap Houses em Jaraguá do Sul.

Entre os destaques da Cerveja Stannis em participações nos eventos nacionais e internacionais, como Inglaterra e Austrália, a Gold Amelia carrega é a Best Belgian Gold Ale do mundo em 2019, e Scarlett Flanders como a cerveja mais premiada da marca, com seis medalhas no total.

4. Karsten Cervejaria

Neste ano, a Karsten Cervejaria recebeu medalha de ouro no Concurso Brasileiro da Cerveja – Foto: Karsten Cervejaria/DivulgaçãoNeste ano, a Karsten Cervejaria recebeu medalha de ouro no Concurso Brasileiro da Cerveja – Foto: Karsten Cervejaria/Divulgação

Com o lançamento do projeto Karsten Lab, que desenvolve de dois a três estilos novos de cervejas únicas por mês, a Karsten Cervejaria oferece, atualmente, oito tipos diferentes com cerca de 50 mil litros/mês de produção: Pilsen, Munich Helles, Celebrare (chopp com vinho), Red Ale Código de Bar, Stout Frade Negro, Patifaria Coffee Porter, American Pale Ale (APA) e American IPA.

Há oito anos no mercado cervejeiro, a cervejaria já recebeu dois prêmios: em 2020, foi medalha de prata no Concurso Brasileiro da Cerveja com a Wood Blended – uma Russian Imperial Stout que tem um blend da cerveja envelhecida em barris de carvalho francês e americano -, e neste ano de 2022 ganhou medalha de ouro no Concurso Brasileiro da Cerveja com a RIS Café do Nêne – uma Russian Imperial Stout com lactose e canela. Essa cerveja, inclusive, tem um blend da cerveja envelhecida em barris de carvalho francês e americano por três anos.

O rigoroso controle de qualidade garante o sabor e consistência das cervejas produzidas pela Cervejaria Karsten, que faz o mapeamento de todo o processo de produção, até mesmo a lavação dos barris.]. A cervejaria conta com laboratório para análises microbiológicas, que garante o acompanhamento e cuidado de todas as produções da marca.

Com previsão de lançamento do bar na própria fábrica para o mês de maio, o empreendimento vai contar com 19 torneiras de chopes e as cervejas do projeto Karsten Lab, com produções exclusivas para o lançamento. Para conhecer o processo de produção das cervejas, as visitas na fábrica só ocorrem com horário agendado.

5. Cerveja Cherokee

Cerveja Cherokee existe há quatro anos na cidade – Foto: Cerveja Cherokee/DivulgaçãoCerveja Cherokee existe há quatro anos na cidade – Foto: Cerveja Cherokee/Divulgação

Com oito cervejas em linhas, mas com histórico de mais de 20 criações, a Cerveja Cherokee tem quatro anos de história e já acumula premiações com medalha de ouro e duas de bronze com a Yona Barleywine, e uma medalha de bronze com a Cherry Vanilla Imperial Stout.

Com diversidade de estilos disponíveis nas 34 torneiras da Brewhouse – restaurante de comida contemporânea com pratos executivos e petiscos, anexo a cervejaria -, quem deseja provar todas as produções da Cerveja Cherokee este é o destino.

Explore mais conteúdos da cidade