Com produção diária de 6 peças, queijo feito por família de SC ganha selo nacional

Queijaria Tio Tácio, localizada em São Joaquim, faz parte do projeto da família Risso, em que todos os parentes se envolvem, da ordenha das vacas à comercialização

Nesta terça-feira (27), o queijo artesanal serrano produzido pela Queijaria Tio Tácio, em São Joaquim, ganhou o Selo Arte, certificação que permite a comercialização do produto em todo o território brasileiro.

Queijo artesanal serrano produzido pela Queijaria Tio Tácio, em São Joaquim – Foto: Instagram/Reprodução/NDQueijo artesanal serrano produzido pela Queijaria Tio Tácio, em São Joaquim – Foto: Instagram/Reprodução/ND

O negócio está localizado na comunidade Luizinho, às margens do Rio Pelotas, a 30 km da sede de São Joaquim, e tem uma produção diária de seis peças. O produto é elaborado em um processo 100% artesanal, a partir de leite cru produzido por vacas criadas em pasto nativo, mantendo a qualidade e a tradição.

A produção da Queijaria Tio Tácio é um projeto de família em que todos se envolvem, seja na ordenha, produção ou comercialização. O saber-fazer preservado pela mãe Neiva Rissi, já foi repassado para todos os membros do clã, como sua nora, Tuiza Rissi, que a ajuda na elaboração do produto.

O empreendimento recebeu o certificado de SIM (Serviço de Inspeção Municipal), em dezembro de 2020, e desde então o objetivo da família era conquistar o Selo Arte.

“Estamos realizando o nosso sonho que é fazer com que o nosso queijo seja também conhecido em outros mercados, juntamente com nossa tradição e cultura”, afirma André Rissi, filho de tropeiro que herdou a tradição de produzir e comercializar o queijo serrano.

Segundo a extensionista social da Epagri no município, Cristiane Lopes Couto, a receita se tornou um verdadeiro sucesso, pois apresenta características únicas, acentuadas pela maturação por até dois anos, o que garante ao queijo um sabor levemente picante e adocicado, muito apreciado pelos consumidores.

A entrega oficial do certificado aconteceu na Queijaria Tio Tácio, e feita pelo secretário da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural de SC, Altair Silva, e pelo presidente da Cidasc, Antonio Plinio de Castro e Silva, à família Rissi.

Selo Arte

O Selo Arte é uma antiga demanda dos produtores brasileiros que foi regulamentada em Santa Catarina em julho de 2020. Ele atende a uma legislação federal e permite que os produtos artesanais sejam comercializados em todo o país, desde que submetidos ao serviço de inspeção oficial e identificados por um selo único com a indicação Arte.

Para ser considerado artesanal, o produto deve ser individualizado, genuíno e manter as características tradicionais, culturais ou regionais. Além disso, deve ser regulamentado e reconhecido como artesanal pelo Estado de Santa Catarina.

A Cidasc (Companhia Integrada de Desenvolvimento Agricola), por meio do Deinp (Departamento Estadual de Inspeção de Produtos de Origem Animal), é a responsável por conceder o Selo Arte aos produtos que atenderem aos requisitos previstos nas normativas estaduais e federais.

+

Gastronomia

Loading...