Governo quer que médicos da rede pública só receitem medicamentos da lista do SUS

O governador do Estado, Raimundo Colombo, assinou um decreto pedindo que os médicos da rede pública só receitem medicamentos que são fornecidos pelo SUS.

A prescrição de outros remédios tem levado muitos pacientes a buscar na Justiça a garantia de que o Estado pague pelo tratamento. E isso tem causado um rombo no orçamento. Só no ano passado, foram R$ 300 milhões com esse tipo de ação.

Loading...