Conteúdo por Gazeta Esportiva

Medalhista de ouro, Rebeca Andrade exalta técnico e diz estar focada na final do solo

Brasileira disse que foi a Tóquio para competir e está concentrada no que precisa fazer nas competições

Após conquistar medalha de prata nas finais individuais da ginástica artística das Olimpíadas de Tóquio, Rebeca Andrade garantiu mais uma medalha neste domingo (1º) na final do salto.

A brasileira teve a melhor apresentação e levou a medalha de ouro. A atleta fez questão de exaltar seu treinador, Francisco Porath.

Rebeca Andrade entrou para a história ao conquistar o ouro na final do salto neste domingo (1º) – Foto: Miriam Jeske/COBRebeca Andrade entrou para a história ao conquistar o ouro na final do salto neste domingo (1º) – Foto: Miriam Jeske/COB

“Eu dedico a conquista da medalha de ouro pra todo mundo, mas, em especial, para o meu treinador Francisco Porath. A gente trabalhou muito e era um dos aparelhos que eu tinha mais chance, como vocês sabem. Eu fiquei muito satisfeita. Acho que fico mais feliz com a felicidade dele do que com a própria medalha. Ele só quer me ver brilhar e a única forma que eu posso retribuir é com a minha ginástica e nosso trabalho. Eu pude fazer isso por ele, na quinta com a medalha de prata e hoje com a medalha de ouro. E é isso que eu vou buscar fazer, dar orgulho para as pessoas, para a minha família e pra mim”, declarou.

Repercussão nas redes sociais

Rebeca comentou a repercussão nas redes sociais sobre sua vitória e pregou foco na final do solo, que ocorre nesta segunda (2), às 5h57 (de Brasília).

“Estou bombando nas redes sociais, a galera ficou bem feliz. Mas a minha cabeça está a mesma de quando eu saí do Brasil pra vir competir, totalmente concentrada, sabendo as coisas que importam e o que eu preciso fazer, pra depois pensar em tudo isso que está acontecendo. Eu sempre reposto o que as pessoas me marcam, eu sei que eles torcem demais e querem o melhor pra mim, isso é muito legal. Estou bem centrada, amanhã tem mais um dia de competição, mais um dia que vou dar 110% de mim e é nisso que estou pensando… E na medalha também, claro (risos)”, enfatizou.

Divertimento

Apesar de competir, a ginasta Rebeca Andrade se mostrou leve, feliz e deixou claro que não abriu mão de se divertir em nenhum momento. Na segunda (2), ela voltará a disputar uma final, dessa vez no solo.

“Para falar a verdade, meu foco não é a medalha, e sim fazer boas apresentações, me sentir segura. Pronta eu já sei que estou, mas me sentir firme mesmo. E me divertir, hoje eu estava muito feliz, assim como na classificatória e no individual. Essa sensação que eu quero levar para amanhã. Independentemente de resultado, eu vou estar feliz, porque fiz tudo o que podia”, afirmou a ginasta.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Ginástica

Loading...