Drika Evarini

adrieli.evarini@ndmais.com.br Opinião, novidades, contratações e bastidores do esporte joinvilense e muito mais. Apaixonada por futebol, basquete, futsal e tudo que envolve o mundo do esporte, está sempre atenta a tudo que acontece dentro e fora dos campos e das quadras.


Joinville vai disputar a Liga Nacional de Handebol

Pela primeira vez na história, cidade será representada na maior competição da modalidade no país

Mais uma modalidade e mais um time de Joinville fazendo história. Desta vez, é no handebol. O Handville leva o nome da cidade à Liga Nacional de Handebol pela primeira vez na história.

Time de Joinville participa pela primeira vez da Liga Nacional de Handebol – Foto: Handville/Divulgação/NDTime de Joinville participa pela primeira vez da Liga Nacional de Handebol – Foto: Handville/Divulgação/ND

Neste ano, a Liga Nacional tem novo formato, com grupos regionalizados e, o Handville, está no grupo Sul, ao lado de Itajaí, Blumenau, São José, Londrina, Maringá, Cascavel, Curitiba e Pelotas. No grupo da região Sudeste estão Pinheiros, Taubaté, São Carlos, Corinthians Guarulhos e Osasco.

O coordenador técnico Giancarlo Ramirez destaca a importância da participação joinvilense na competição, ainda que ressalte também, que este é o primeiro passo de uma equipe jovem e que tem muito a melhorar e amadurecer.

“Começamos a montar esse projeto e temos um bom grupo de atletas, mas que treinavam em nível amador. Agora já treinam com mais intensidade, de maneira semiprofissional porque todos têm outros trabalhos. Mas, o time vem em boa evolução. Temos uma boa base de atletas a partir de 15 anos e acredito que daqui a uns três anos teremos uma equipe muito competitiva. Eles me surpreenderam pela evolução, temos feito bons jogos e será uma ótima experiência para o futuro”, fala.

A expectativa, reforça o coordenador, é de fazer bons jogos com equipes mais experientes, de nível técnico e orçamento superior. “Temos condições de fazer bons jogos. Não almejamos classificação neste ano, mas será ótimo para os atletas sentirem a competição e para que a comunidade veja o trabalho sério da equipe”, salienta.

Em turno único, a competição foi regionalizada, o que facilitou a entrada da equipe de Joinville, conta Ramirez, que tem mais de duas décadas de experiência na modalidade e um instituto de desenvolvimento do handebol.

“O instituto sempre foi filiado e, de Londrina, vim para cá desenvolver a modalidade. Com a regionalização, conseguimos equilibrar os custos e isso possibilitou, com o nosso orçamento, participar neste novo formato”, finaliza.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...