Censo mostra que manezinhos já são minoria em Florianópolis

Imigração. Censo de 2010 revela que dos 421.240 moradores de Florianópolis, 51,71% são de outras cidades

Daniel Queiroz/ND

A paulistana Ananda se diverte com a filha Dara, durante café na Lagoa da Conceição

Os manezinhos já são minoria em Florianópolis. Os que nasceram aqui são 48,29% dos que moram na Capital catarinense. Os outros 51,71% vieram de outras cidades, Estados e países. Mas a grande parcela dos migrantes é de Santa Catarina: 69,61%. Os dados são do Censo 2010, mas foram divulgados nesta sexta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Nos últimos dez anos, houve um salto no número de migrantes. O índice de pessoas vindas de fora, em 2000, era de 12%, que correspondia a 40.501 pessoas. Em 2010, chegou a 217.823 “forasteiros” em Florianópolis. E ainda tem a probabilidade de esse número ter aumentado nos últimos dois anos.

Ananda Eluf, 35 anos, planejou uma reviravolta na vida. Trocou a metrópole paulista pela Ilha de Santa Catarina, onde pode criar sua filha Dara, 9, com tranquilidade. “Mesmo sendo uma capital, Floripa mantém uma aura de interiorana”, afirmou a professora, que mora há oito anos no Campeche e se sente “uma manezinha de coração”. Ananda contou que criou laços fortes com as pessoas da cidade. “Tenho muito carinho por todos e tudo que é daqui, inclusive, esse dialeto único”, se diverte.

Com o aumento do fluxo de turistas, Florianópolis chegou ao 3º lugar, neste ano, entre as cidades que mais recebe estrangeiros no Brasil, segundo o governo federal. Essa estatística fez com que dobrasse o número de gringos que vive aqui. Em 2010, quase 7 mil foram registrados pelo Censo.

Maria Pereira, nativa da Ilha, não vê problema nesse crescimento, desde que não prejudique a cultura e o cotidiano dos manés. “Esse lugar é uma maravilha, mas para que continue bom, aqueles que vêm de fora não podem impor sua vontade. É preciso entender e respeitar os costumes daqui”, avisou.

População Grande Florianópolis

Total população

Brasileiros

Brasileiros naturalizados

São José

209.804

209.494

310

Governador Celso Ramos

12.999

12.961

38

Biguaçu

58.206

58.130

28

 Florianopolitanos pelo mundo

Os manés estão contribuindo com a máxima de que há brasileiros em todos os cantos do mundo.  Cerca de 2.900 florianopolitanos emigraram para 31 países, de acordo com o último censo demográfico, feito pelo IBGE, em 2010. Estados Unidos é a nação mais procurada pelos nativos, que recebem, atualmente, 720 ex-moradores da Capital catarinense.

Pode-se dizer que há uma cidade de pequeno porte formada só por manezinhos morando fora do país. Afinal de contas, na cidade de Palmeira, por exemplo, no Planalto de Santa Catarina, vivem 2.373 pessoas, número que chega perto ao de “exportados” de Florianópolis.

De acordo com as informações do censo, hoje uma população de 491.645 brasileiros emigraram. Deste total, o Estado de São Paulo é o que mais envia pessoas para fora do país. As estimativas do censo apontam que do total de brasileiros no exterior, 21,6% são originários de São Paulo. O ranking ainda aponta os estados de Minas Gerais (16,8%), Paraná (9,3), Goiás (7,2%) e Rio de Janeiro (7,1%) como os que mais têm emigrantes.

 Florianopolitanos fora do país: 2.837

Faixa etária: 15 a 59 anos

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo