Abastecida, draga volta a Balneário Camboriú para completar orla sentido Pontal Norte

Draga Galileo Galilei ficou três dias no porto de Paranaguá, no Paraná, abastecendo para completar obra sentido Centro

Após três dias no porto de Paranaguá no Paraná, para abastecer, a draga Galileo Galilei retornou a Balneário Camboriú na madrugada desta quinta-feira (23). Agora, o equipamento deve seguir com a obra de alargamento sentido ao Pontal Norte.

Desde sábado (18), a obra de recuperação prossegue da rua 3.700 na direção norte, e, também, na parte sul da praia com o desmonte e retirada da tubulação utilizada nesse trecho.

Draga volta abastecida para concluir obra de recuperação da faixa de areia – Foto: Reprodução/Secom BCDraga volta abastecida para concluir obra de recuperação da faixa de areia – Foto: Reprodução/Secom BC

O preenchimento da rua 3.700 em direção ao Centro vai ser feito até a altura da rua 2.200. Quando o preenchimento chegar na 2.200, a tubulação que traz a areia da draga até a praia será flutuada e removida a ponta que fica em terra até o trecho de praia diante desta rua, começando em seguida a dragagem daquele ponto em direção ao Pontal Norte, até completar o preenchimento de toda praia.

Veja 5 curiosidades sobre a draga que está transformando praia de Balneário Camboriú

Essa remoção da ponta da tubulação principal da 3.700 até a 2.200 é necessária para que o material que vem impulsionado da draga chegue mais rápida e facilmente até o Pontal Norte. A previsão para término desta obra de preenchimento é novembro deste ano.

alargamento da faixa de areia de balneário camboriú – Foto: Prefeitura de Balneário Camboriú/Divulgação NDalargamento da faixa de areia de balneário camboriú – Foto: Prefeitura de Balneário Camboriú/Divulgação ND

Porque a draga não abasteceu em SC?

A draga mudou a paisagem de Balneário Camboriú e se tornou a mais nova celebridade da cidade. No Paraná, a draga abasteceu com combustível suficiente para concluir a obra de alargamento, que começa agora no meio da praia em direção ao Pontal Norte.

Nova praia Central de Balneário Camboriú será a Copacabana catarinense; entenda

Em Balneário Camboriú, a draga estava a poucos quilômetros de um dos maiores complexos portuários do Brasil, o complexo de Itajaí e Navegantes.

No entanto, segundo a prefeitura de Itajaí, o combustível usado pela draga, o VLSFO (Very Low Sulfur Fuel Oil, ou óleo combustível com baixo enxofre), só está disponível no porto paranaense. Esse tipo de combustível é menos poluente.

Porto de Itajaí

O Porto de Itajaí não oferta esse serviço, assim como outros portos catarinenses. Marinas, como a de Itajaí, costumam abastecer as embarcações apenas com diesel marítimo, tanto para embarcações de lazer como para as de pesca. Para cada tipo de embarcação existe uma configuração de diesel marítimo.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Infraestrutura

Loading...