ANTT analisa pedido de correção do traçado do Contorno Viário da Grande Florianópolis

Pedido foi realizado pelo prefeito de Palhoça e atende uma solicitação dos moradores do bairro Alto Aririú; agência alega que levará em conta o risco de mudança do prazo de entrega da obra

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) se manifestou, nesta quinta-feira (14), sobre o pedido de correção de rota do trecho do Contorno Viário na Grande Florianópolis, solicitado pela Prefeitura de Palhoça.

Imagem mostra parede de túnel, trator, homem com colete cinza e detalhes verde onde é possível ler ANTT Fiscalização FederalTúnel do Contorno Viário da Grande Florianópolis – Foto: ANTT/Divulgação/ND

De acordo com o órgão, o pedido, realizado no início de setembro, chegou para o Ministério da Infraestrutura e para a agência. Além disso, afirma que está “avaliando todos os pontos levantados e que foi alinhado com a prefeitura que será considerada a condicionante e que não cause nenhum tipo de impacto no andamento do cronograma já previsto”, destaca.

O ND+ entrou em contato com o Ministério da Infraestrutura, mas informou que a ANTT é responsável por atender as demandas sobre a obra.

O pedido foi realizado pelo prefeito Eduardo Freccia (PSD), em audiência com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, no início de setembro, e atende uma solicitação dos moradores do bairro Alto Aririú.

“Estamos pedindo que se faça uma análise para trocar o ponto do traçado. Seria uma alteração simples. Acredito até que a empresa economizaria com a mudança e, para a comunidade local, faria uma diferença enorme”, explica o chefe do Executivo.

Motivos do pedido

A alteração mencionada pelo município é no entroncamento do contorno com a avenida São Cristóvão, bairro Alto Aririú, com o traçado do trecho Sul.

Imagem mostra trecho do contorno viário que separa os bairros e circulado de verdeAlteração sinalizada no mapa; prefeitura garante que não há influência no prazo de entrega da obra – Foto: PMP/Divulgação/ND

Dentro do projeto atual essa via, que é considerada o principal deslocamento entre os bairros Aririú e Alto Aririú, tende a dividir o bairro e trazer transtornos a comunidade que, em tese, ficará dividida.

“Tem uma escola e uma igreja, na região, além de pontos de visitação turística. Algumas crianças, para acessar a instituição de ensino, precisarão andar até 1,5 km a mais. Isso vai criar a necessidade de instalação de acessos alternativos”, acrescentou o prefeito.

“Da forma como está proposto, haverá uma segregação na comunidade. É isso que nós queremos evitar, e é simples de fazer, não precisa mexer no traçado, basta apenas deslocar a via elevada prevista para um ponto mais próximo da intersecção entre a obra federal e a avenida local”, sinalizou o prefeito.

Prazo para entrega

A ANTT ressaltou que segue trabalhando com o prazo de entrega para dezembro de 2023, ou seja, mais dois anos e dois meses de trabalho. Vale ressaltar que a maior obra rodoviária em andamento no Brasil tinha prazo inicial de entrega em 2012, mas passou por sucessivos atrasos e aportes de recursos.

O Contorno Viário é visto como uma solução para desafogar o trânsito na BR-101. Estima-se que hoje o tempo médio para percorrer o corredor entre Palhoça e Biguaçu é de 1h22. Com a nova rota, deve diminuir para 38 minutos.

+

BR-101 – SC não pode parar

Loading...