Após pressão, governo de SC inicia obras em rodovia do Alto Vale

Ponte que fica na SC-340, entre Dona Emma e Presidente Getúlio, foi danificada durante a enxurrada que atingiu o Alto Vale no fim do ano passado

O governo de Santa Catarina informou nesta sexta-feira (22) que deu inicio a obra de estabilização das cabeceiras da ponte na SC-340, entre Dona Emma e Presidente Getúlio. A estrutura foi danificada durante a enxurrada que atingiu o Alto Vale no fim do ano passado e matou 21 pessoas.

Após pressão, governo inicia obras em rodovia do Alto Vale – Foto: Divulgação / DCSCApós pressão, governo inicia obras em rodovia do Alto Vale – Foto: Divulgação / DCSC

Nesta quinta-feira (21) empresários, comerciantes e agricultores do Alto Vale fecharam a rodovia por quase duas horas para cobrar celeridade nas obras de recuperação da estrutura.

Segundo a Defesa Civil de Santa Catarina, a empresa responsável pelo serviço previa a liberação do trânsito de veículos pesados em meia pista ainda nesta sexta-feira (22), mas em função da chuva, a liberação deve ocorrer apenas neste sábado (23). Já a liberação das duas pistas deve ser realizada apenas na próxima semana.

“A obra é considerada complexa para que a estrutura remanescente da ponte não seja danificada durante os trabalhos”, comentou o Chefe da Defesa Civil de Santa Catarina, Aldo Baptista Neto.

Em função da movimentação de maquinário, caminhões e operários no local, motoristas que circulam pela rodovia precisam ter atenção. A fiscalização no local está sendo realizada pela Polícia Rodoviária Militar.

Obra

Para recuperação da estrutura será realizado o enrocamento das cabeceiras, remoção da vegetação, pavimentação e sinalização. O projeto também contempla a execução de uma galeria e a recuperação da rodovia no km 216. O investimento previsto é de R$ 600 mil, com verbas do governo federal.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Infraestrutura