As mudanças de nome e serviços até chegar à Alfa Imunização que venceu licitação da SCPar

Alfa Imunização e Serviços Eireli ME, que ganhou um contrato de mais de R$ 2,1 milhões da SCPar, antes se chamava Personnalite Controle de Pragas Urbanas, de Imbituba

A Alfa Imunização e Serviços Eireli ME, que foi contratada pela SCPar para valor R$ 2.109.561,50 para fazer serviços de desinsetização, desratização, controle de larvas em coleções de águas paradas, controle da fauna, sinantrópica nociva (pombos), antes se chamava Personnalite Controle de Pragas Urbanas e tinha sede em Imbituba, no Sul do Estado de SC.

Endereço atual da Alfa Imunização e Serviços Eireli ME, em Uruguaiana, no RS – Foto: Everaldo JacquesEndereço atual da Alfa Imunização e Serviços Eireli ME, em Uruguaiana, no RS – Foto: Everaldo Jacques

No entanto, a Personnalite não era de Maria Aparecida Bairros Rodrigues, atual dona da Alfa Imunização e Serviços Eireli ME.

A Personnalite foi aberta em 2012 e prestava serviços de terceirização de funcionários para empresas administrativas. Com o tempo, mudou o foco dos serviços prestados, passando a oferecer dedetização e controle de pragas, alterando o nome para Personnalite Controle de Pragas Urbanas.

A empresa foi, então, vendida para uma pessoa que não tem relação com o caso, por isso a reportagem preferiu omitir o nome para não a prejudicar.

Em 2014, quando Maria Aparecida Bairros Rodrigues comprou a empresa, ela já se chamava Alfa Imunização e Serviços Eireli ME, cujo endereço atual é Centro de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul.

A reportagem foi, inclusive, no local e encontrou a sala onde ficaria a sede da empresa, nos fundos de um prédio em situação aparentemente precária. Não havia ninguém no local nem logomarca.

A Alfa conseguiu o alvará de localização dia 25/10/2019, mas não obteve o alvará sanitário, por isso não poderia operar naquele endereço, segundo a legislação municipal.

Com capital social de R$ 96 mil, hoje a Alfa Imunização e Serviços Eireli ME que opera em uma sala nos fundos de um prédio é dona de uma licitação de mais de R$ 2,1 milhões.

Mas, segundo o gerente administrativo da empresa, que preferiu não se identificar, a Alfa tem licença, já opera há dois anos no porto e tem quase oito anos de mercado. Diz, ainda, que todos os serviços prestados estão lá para serem vistos.

*Contribuição de Maikon Costa

Leia também

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Infraestrutura

Loading...