Atraso na duplicação e problemas da BR-280 são tema de debate em evento no Norte de SC

Campanha SC Não Pode Parar traz seminário a Jaraguá do Sul para discutir problemas nas rodovias da região

Um gargalo que já dura décadas e traz prejuízos e transtornos para pedestres, motoristas e empresários: estamos falando da duplicação da BR-280, no Norte de Santa Catarina. Prometida há décadas, a obra é essencial para o desenvolvimento da região, mas caminha a passos lentos.

Duplicação da BR-280 é reivindicação antiga de moradores, motoristas e empresários – Foto: Ricardo Alves/NDTVDuplicação da BR-280 é reivindicação antiga de moradores, motoristas e empresários – Foto: Ricardo Alves/NDTV

A rodovia é o único acesso a São Francisco do Sul e, assim, o único trajeto que leva caminhões ao porto da cidade, o maior do Estado e um dos principais do país. Além disso, é rota importante para turistas que, principalmente no verão, procuram as praias do município.

“Hoje, o crescimento tem acontecido depois da duplicação da BR-101 no nosso litoral e esse desenvolvimento, do ponto de vista imobiliário, também poderia estar acontecendo na ilha de São Francisco do Sul, mas não acontece justamente porque há esse gargalo”, diz Tufi Michreff Neto, secretário de governo da cidade.

Ainda que cerca de 300 mil visitantes se desloquem para o município no verão, Tufi explica que grande parte deles ainda prefere passear em praias com acesso pela BR-101, justamente pelos engarrafamentos que causam lentidão na BR-280.

Além da dificuldade para os turistas, a falta de duplicação também atrapalha a rotina de quem trabalha na rodovia, caso do caminhoneiro Ronaldo Pszybylski, que todos os meses trafega pelo local levando grãos de milho e soja para o porto francisquense.

“Tem dias que eu gasto três horas em um trecho pequeno, de 15 quilômetros. A gente tem horário para cumprir e é difícil. Às vezes fico parado numa fila dessa e perco o horário de descanso”, destaca Ronaldo.

Motorista que faz o trajeto com frequência reclama da lentidão na BR-280 – Foto: Ricardo Alves/NDTVMotorista que faz o trajeto com frequência reclama da lentidão na BR-280 – Foto: Ricardo Alves/NDTV

Transtorno para turistas, motoristas e também para os empresários da região. A duplicação da BR-280 é considerada fundamental para o desenvolvimento do Norte catarinense e, segundo empresários, sem a obra o crescimento está engessado.

“A BR-280 é o único acesso para a nossa cidade e passa pelo centro de Araquari, cidade que mais cresce no Estado. A falta da duplicação atrapalha a mobilidade das pessoas, a chegada e a saída de cargas e impede o investimento de novas empresas, afirma João Ricardo Chaves, presidente da ACISFS (Associação Empresarial de São Francisco do Sul).

As obras de duplicação compreendem um trecho de 73 quilômetros que abrange as cidades de São Francisco do Sul, Joinville, Araquari, Guaramirim, Schroeder e Jaraguá do Sul.

O trecho de Guaramirim, que é estadualizado, tem o maior avanço: o contorno viário recebeu investimento de R$ 300 milhões, com elevado inaugurado em agosto. Já o trajeto entre São Francisco do Sul e Jaraguá do Sul depende de recursos

Elevado em trecho estadualizado da BR-280 foi inaugurado em agosto – Foto: Marcelo Thomazelli/NDTVElevado em trecho estadualizado da BR-280 foi inaugurado em agosto – Foto: Marcelo Thomazelli/NDTV

“O trecho estadual está caminhando bem, mas precisamos de aporte do governo federal para concluir esse grande projeto que vai beneficiar toda a região Norte catarinense”, destaca Adilson Cesar Demathe, presidente da ACIAG (Associação Empresarial de Guaramirim).

Gargalos em rodovias serão discutidos em seminário na região

A falta de duplicação da BR-280 é apenas um dos gargalos em rodovias de Santa Catarina e todos eles são discutidos na campanha SC Não Pode Parar, iniciativa da Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina) e do Grupo ND.

Campanha quer sensibilizar autoridades para a situação das rodovias catarinenses – Foto: DivulgaçãoCampanha quer sensibilizar autoridades para a situação das rodovias catarinenses – Foto: Divulgação

E se você também quer fazer parte deste debate, participe do seminário da campanha em Jaraguá do Sul, que ocorre na próxima quarta-feira (27) e vai discutir a segurança e a fluidez nas rodovias federais da região.

O encontro está marcado para as 17h30, na sede da ACIJS (Associação Empresarial de Jaraguá do Sul), e será transmitido pelo canal da Fiesc no YouTube. Para participar presencialmente ou online, é preciso se inscrever neste link.

*Com informações de Maikon Costa, repórter da NDTV Joinville.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Infraestrutura

Loading...