Karina Manarin

Com foco em notícias de política, o blog traz todos os dias também as informações do cotidiano e que interferem diretamente na vida das pessoas de todo o Sul Catarinense.


Bastidores: Ministério sinaliza que pode não canalizar recursos para a BR-470 em SC

Há informação nos bastidores que o Centro Administrativo teria identificado a digital de um senador, na sinalização do Ministério de Infraestrutura em não canalizar recursos para a 470

Quando o assunto são as eleições 2022, bastidores estão movimentados. Há informação em Florianópolis por exemplo,  que o Centro Administrativo do Governo do Estado teria identificado a digital do senador Jorginho Mello, do PL, na sinalização do Ministério de Infraestrutura de não canalizar R$ 200 milhões para os lotes um e dois da obra da BR 470, trecho entre Navegantes e Blumenau.

Obra na BR-470 continua a passos lentos em razão do não repasse de recursos  – Foto: Divulgação/DNITObra na BR-470 continua a passos lentos em razão do não repasse de recursos  – Foto: Divulgação/DNIT

A decisão havia sito tomada por unanimidade em reunião entre lideranças políticas e empresariais do Vale do Itajaí e o Fórum Parlamentar Catarinense com o Governador Carlos Moisés. Os recursos são disponibilizados pelo Governo do Estado.

A obra está a passos lentos depois que o Governo Federal reduziu o repasse de recursos, e suscita a leitura  que o senador Jorginho, pré-candidato ao governo em 2022, possa ter se movimentado em Brasília para evitar a conclusão do trecho mais importante na administração de Carlos Moisés da Silva.

Em junho deste ano, o Governador Moisés teve em Brasília com o ministro Tarcísio de Freitas, que comemorou os recursos disponibilizados pelo Governo do estado para obras federais. Seriam R$ 200 milhões para a BR-470, R$ 100 milhões para a BR 163 e R$ 50 milhões para a BR 280. O fato foi registrado em matéria do Ministério de Infraestrutura: “A iniciativa prevê investimentos de R$ 200 milhões na duplicação da BR-470, entre Navegantes e Indaial, no Vale do ltajaí; R$ 100 milhões na reabilitação da BR-163, entre São Miguel do Oeste e Dionísio Cerqueira; e R$ 50 milhões na duplicação da BR-280, no trecho entre o trevo do bairro ltinga, em Joinville, até São Francisco do Sul”, dizia o texto publicado.

Também ficou registrada a frase do ministro Tarcísio a época: “Sensacional, governador. Fico honrado pelo gesto de confiança que o estado de Santa Catarina está nos dando. Temos agora o compromisso de dar o retorno esperado em obras e mais infra aos catarinenses. Agradecemos essa parceria” .

Depois disso, as tratativas para a BR-470 acabaram suspensas, sem maiores explicações. Coincidentemente, no mesmo mês de junho, o ministro Tarcísio esteve em Santa Catarina mas a agenda no contorno da Grande Florianópolis foi somente com o senador Jorginho Mello, sem a presença do Governador Carlos Moisés da Silva. 

Pode até se tratar de coincidências, mas os fatos estão colocados e agitam os bastidores políticos. A BR-470 é uma obra reivindicada há anos e a conclusão reduzirá o número de acidentes além de desafogar o tráfego.

No encontro de representantes da região com o Fórum Parlamentar e o governador Moisés, que aconteceu em Florianópolis na última semana,  os senadores Dário Berger , do MDB e Esperidião Amin, do PP, se comprometeram a provocar uma reunião conjunta do ministro com as comissões de infraestrutura da Câmara e do Senado para tratar da destinação dos R$ 350 milhões  do Governo do Estado, sendo R$ 200 milhões para a 470 e o restante para a 280 e 163.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...