Cabos de cobre são furtados pela terceira vez na Ponte Hercílio Luz

A iluminação decorativa da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, que iria ser entregue no próximo mês, vai ser prorrogada novamente. Isso porque, pela terceira vez em menos de um mês, os cabos de energia foram furtados.

Os vândalos cortaram os fios que estavam na cabeceira da ponte no lado do Continente, deixando o cronograma de entrega, que previa conclusão na primeira metade de outubro, agora incerto, sem previsão para o fim da obra.

Vândalos cortaram os fios mesmo com a proteção dos canos de plástico. As perdas dos três furtos foram de dezenas de metros de fios de cobre – Foto: Divulgação/SIE/ND

A equipe do Balanço Geral conversou com o secretário de Estado da Infraestrutura, Thiago Vieira, sobre o assunto. A ocorrência deve comprometer a obra, segundo o chefe da pasta.

“A maior parte das luminárias já foram instaladas, se nós não tivéssemos o furto, agora no fim de setembro estaríamos finalizando a obra. Nós instalamos as luminárias, e agora nós tínhamos que fazer a conexão delas no sistema elétrico”, afirma.

Este terceiro registro ocorreu na madrugada desta terça-feira (8). Os furtos não devem tornar a obra mais cara, pois o contrato firmado com a empresa prevê a reposição de materiais.

Foi solicitado reforço na fiscalização, feita pela GMF (Guarda Municipal de Florianópolis) e pela Polícia Militar. Segundo o videomonitoramento, ainda perto da meia-noite haviam pessoas circulando na ponte.

O Balanço Geral teve informações que três inquéritos estão em andamento, após contato com a Polícia Civil. A corporação analisa as imagens do sistema de videomonitoramento para tentar identificar os autores dos furtos.

Em nota, a Secretaria da Infraestrutura estima que foram dezenas de metros levados pelos criminosos ao longo dos três furtos.

“A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) informa que este é o terceiro furto dos cabos de cobre da iluminação, tanto da funcional como da cênica, em menos de um mês (os outros dois foram registrados em boletins de ocorrências nos dias 24 e 31 de agosto). Trechos da tubulação foram abertos e os cabos cortados, técnicos da SIE estimam que dezenas de metros foram furtados em cada ocorrência. Como não é possível realizar emenda ao longo dos circuitos principais, será necessário passar o cabeamento por todo o trecho novamente, o que pode gerar um impacto na obra e possível atraso na conclusão, uma vez que, por conta da pandemia da Covid-19, os fornecedores estão limitando as demandas e solicitando prazos mais longos para entrega. A SIE informa ainda que já solicitou à Polícia Militar e Guarda Municipal de Florianópolis que intensifiquem as ações de prevenção e rondas no local”, diz o comunicado oficial da pasta.

+

BG Florianópolis