Caminhões da coleta de lixo em Florianópolis são alvo de vandalismo

Veículos estavam na sede da Comcap no Itacorubi; prefeitura alega que local foi invadido por sindicalistas do Sintrasem, que estão em greve desde o dia 18

Caminhões utilizados para o transporte de resíduos coletados em Florianópolis para o aterro sanitário tiveram pneus e tanques de combustível furados na manhã desta sexta-feira (22).

Pneus de caminhões utilizados pela Comcap, em Florianópolis, foram furados – Foto: PMF/DivulgaçãoPneus de caminhões utilizados pela Comcap, em Florianópolis, foram furados – Foto: PMF/Divulgação

De acordo com a Prefeitura de Florianópolis, os veículos estavam na sede da Comcap (Autarquia de Melhoramentos da Capital) do Itacorubi, e o local teria sido invadido por sindicalistas do Sintrasem (Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis).

Em nota a prefeitura afirma que o ato provoca riscos de segurança para os trabalhadores. “A depredação dos equipamentos prejudica ainda mais a situação atual da cidade, que sofre com fortes chuvas e lixo na rua”.

Uma empresa contratada emergencialmente está atuando na coleta da cidade com aproximadamente 35% de cobertura. Segundo a administração municipal o alcance deve aumentar a partir deste sábado (23), com a chegada de novos caminhões.

Na quinta-feira (21), a justiça emitiu uma nova determinação, obrigando os trabalhadores da Comcap a retornarem para o trabalho e para que os sindicalistas não tumultuem os trabalhos municipais. A prefeitura diz estar fazendo um boletim de ocorrência sobre as depredações e desrespeito à decisão judicial.

Contraponto

A reportagem entrou em contato com o Sintrasem e aguarda a um posicionamento do sindicato.

Serviço paralisado

Os serviços da Comcap estão paralisados desde a manhã de segunda-feira (18), em protesto à reforma administrativa proposta pelo prefeito Gean Loureiro (DEM), que acaba com privilégios dos trabalhadores da empresa de limpeza pública.

Ainda segunda-feira, os trabalhadores realizaram a primeira manifestação, quando ocuparam apenas uma das pistas da ponte.

Empresa privada atua na coleta

Desde as ultimas horas de terça-feira (19), caminhões de uma empresa contratada pela PMF (Prefeitura Municipal de Florianópolis) rodam pelas ruas da Capital para fazer a coleta de lixo acumulado.

O início dos trabalhos da empresa contratada foram divulgados pela prefeitura após 40 horas de paralisação dos trabalhadores da Comcap, que foram mobilizados pelo Sintrasem.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Infraestrutura