Com alargamento da praia, BC pode ter o metro quadrado mais caro do país

Especialista afirma que o metro quadrado de frente para o mar pode passar de R$ 40 mil

O quarto metro quadrado mais caro do Brasil pode passar a ser o primeiro, depois que as obras de alargamento da faixa de areia da Praia Central de Balneário Camboriú forem concluídas.

A estimativa é feita pelo especialista em investimentos imobiliários e empresário Renato Monteiro, com base em pesquisas de preço e uso de inteligência artificial que mapeia imóveis anunciados na internet.

Com alargamento da praia, Balneário Camboriú pode ter o metro quadrado mais caro do país – Foto: Bruna Bertoletti/NDTVCom alargamento da praia, Balneário Camboriú pode ter o metro quadrado mais caro do país – Foto: Bruna Bertoletti/NDTV

“Atualmente o metro quadrado de Balneário Camboriú para imóveis em lançamento frente mar é de R$33.500, conforme média de anúncios na internet. É o segundo mais caro do país, perdendo apenas para o Rio de Janeiro, que já chegou a custar R$ 35.660 em Ipanema”, explica Monteiro.

De acordo com uma pesquisa feita pela consultoria Appraisal Institute, dos Estados Unidos, as praias norte-americanas que foram alargadas registraram valorização de até 2,6% para cada 10% de espaço que foi acrescentado.

Em Balneário Camboriú, a faixa de areia deve aumentar em 80%, ou seja, passar de 25 para 70 metros. Isso resultaria em uma valorização de 20,6% no valor dos imóveis na Avenida Atlântica.

“A parte que mais tende a se beneficiar é a Barra Sul, que atualmente é considerada a região mais nobre da cidade e com o metro quadrado mais caro, onde grandes construtoras disputam espaço. Trata-se de um lugar que terá mais de mil apartamentos de alto padrão sendo construídos nos próximos cinco anos”, estima Monteiro.

De acordo com a FipeZap, atualmente a cidade do Rio de Janeiro ocupa o posto de metro quadrado mais caro, com uma média de R$ 9.503, de acordo com o levantamento de março. Em Balneário Camboriú, a média é de R$ 7.878. Outras cidades catarinenses, como Florianópolis, Itapema e Itajaí, também estão no ranking.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Infraestrutura