Como a melhoria na iluminação pública pode trazer benefícios à cidade

Com a substituição de lâmpadas comuns pelas de LED, Jaraguá do Sul economiza e se torna mais próxima do conceito de cidade inteligente

Desde 2018, a Prefeitura de Jaraguá do Sul realiza várias ações de troca de lâmpadas convencionais por lâmpadas de LED (diodo emissor de luz) em ruas, praças, canteiros e trevos na cidade.

Com essa ação, o município não só consegue economizar no valor da conta de energia elétrica gasta em espaços públicos como também se aproxima mais do conceito de cidade inteligente.

Iluminação com lâmpadas de LED trazem economia e mais segurança à cidade – Foto: Divulgação/PMJSIluminação com lâmpadas de LED trazem economia e mais segurança à cidade – Foto: Divulgação/PMJS

“Considerando a média de pontos que foram trocados por LED, temos mensalmente cerca de 40% de economia referente à potência instalada. Já em relação ao valor efetivo da conta de energia, são cerca de R$ 27 mil de economia mensal, comparando a tarifa de 2018 quando a substituição foi iniciada à de 2021. Isso corresponde a 4% da fatura da Cosip (Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública)”, diz o secretário de Planejamento e Urbanismo, Eduardo Bertoldi.

O secretário afirma também que as luminárias de LED já são uma realidade quando se pensa em urbanismo, e isso ocorre justamente devido aos benefícios que a substituição agrega. Entre eles estão a redução das despesas com energia elétrica, já que produz luminosidade superior com um número menor de watts de potência, e a questão da segurança.

Outro ponto importante é que a iluminação pública pode ser uma porta de entrada para sistemas inteligentes nas cidades e sua infraestrutura utilizada para criar uma rede que transporta dados e agrega serviços.

Para isso, as novas lâmpadas são equipadas com dispositivos inteligentes e sensores que não só captam dados sobre o desempenho da lâmpada, como ainda podem trazer informações sobre o que acontece no ambiente em que ela se encontra.

As informações seguem para um sistema de gestão e controle que permite trazer mais eficiência para os serviços públicos. E esse tipo de tecnologia está na base de cidades inteligentes, já que permite a diferentes dispositivos enviar e receber dados pela internet, os quais são interpretados e servem de base para a tomada de decisão dos gestores públicos.

Os dados coletados por meio de dispositivos inteligentes, entretanto, podem ir além e incluir informes como alertas de catástrofes e enchentes; oferta de serviços comerciais em determinada região; controle de semáforos e monitoramento do trânsito, da limpeza de ruas e da qualidade do ar, por exemplo.

Até o final deste semestre, 10.500 pontos de iluminação devem ser substituídos por LED – Foto: Divulgação/PMJSAté o final deste semestre, 10.500 pontos de iluminação devem ser substituídos por LED – Foto: Divulgação/PMJS

Benefícios à população

Tudo isso se soma a outros benefícios que impactam a qualidade de vida dos moradores. “As luminárias de LED proporcionam iluminação de qualidade, maior durabilidade e geram mais luminosidade, e isso se reflete em mais segurança e mais visibilidade das ruas. Com uma vida útil de 12 anos, impacta também nos custos com manutenção”, explica Bertoldi.

O prefeito Antídio Lunelli lembra que a substituição das luminárias foi uma das primeiras solicitações feitas à Secretaria de Planejamento e Urbanismo, no início da gestão anterior. “E hoje, já vemos uma cidade totalmente diferente em relação ao início do nosso primeiro mandato. É uma nova realidade, e pretendemos continuar esse projeto. É mais segurança, pois possibilita que as pessoas circulem mais à noite, façam suas atividades de caminhada, segurança para o trânsito e mais economia para o município”, enfatiza.

Na primeira etapa do processo de substituição foram instaladas mais de 5.500 luminárias de LED em 250 ruas, 16 praças e outros ambientes públicos. A segunda etapa, que está em andamento e deve ser finalizada neste semestre, abrange mais de 300 ruas.

“Quando concluída, Jaraguá do Sul passará a ter 10.500 pontos com tecnologia em LED, ou seja, 42% do total, abrangendo, além das vias e praças, ambientes públicos como a Arena Jaraguá, o Ginásio de Esportes Arthur Müller, o pátio da Scar e outros”, diz o secretário.

O serviço está sendo executado pela empresa Serrana Engenharia e a expectativa é substituir todos os 25 mil pontos de iluminação pública por LED, até o término da atual gestão do município.

Iluminação com LED traz segurança e conforto aos moradores de Jaraguá do Sul – Foto: Divulgação/PMJSIluminação com LED traz segurança e conforto aos moradores de Jaraguá do Sul – Foto: Divulgação/PMJS

Sistema inteligente

Em 2019, a prefeitura adotou um sistema de telegestão para a iluminação pública, que possibilita controlar a luminosidade de mais de 300 luminárias, conforme a necessidade. O monitoramento acontece em tempo real e pode ser feito até por meio de aparelho celular.

O objetivo é fazer o controle, reduzindo a luminosidade em horários de menor fluxo de pessoas e veículos, gerando uma economia significativa e aumentando a vida útil destes equipamentos, que é de 12 anos operando com 100% de luminosidade.

“Podemos reduzir a intensidade da luz para 40 ou 50%, por exemplo, sem perder a qualidade do serviço, escolhendo dias da semana e horários específicos para isso”, explica Bertoldi.

O sistema de telegestão funciona em 15 vias centrais do município: avenidas Marechal Deodoro da Fonseca e Getúlio Vargas; as ruas Marechal Floriano Peixoto, Quintino Bocaiúva, Presidente Epitácio Pessoa, Francisco Fischer, Henrique Piazera, parte da Expedicionário Antônio Carlos Ferreira, Reinoldo Rau, Expedicionário Gumercindo da Silva, Bernardo Grubba, João Zapella, Domingos Rodrigues da Nova, Presidente Juscelino e 29 de Outubro.

+

Prefeitura de Jaraguá do Sul

Loading...