Cacau Menezes

cacau.menezes@ndtv.com.br Apaixonado pela sua cidade, por Santa Catarina, pelo seu país e pela sua profissão. São 45 anos, sete dias por semana, 24 horas por dia dedicados ao jornalismo


Em defesa do Campeche

Arquiteto e urbanista comenta minha nota de ontem sobre o maravilhoso bairro do Sul da Ilha.

Abertura safra da tainha na praia do Campeche, em Florianópolis – Foto: Reprodução/Internet/NDAbertura safra da tainha na praia do Campeche, em Florianópolis – Foto: Reprodução/Internet/ND

Meu caro Cacau. Li sua matéria e como arquiteto e morador do bairro acho que o Campeche não é exatamente isso que tu escreveu e o futuro do bairro não é de dá dó. Vejamos. Aqui não moram 50 mil famílias – ou seja 150 mil pessoas. Longe disso. Não temos no bairro sequer 20 mil. O sul da ilha sim tem uns 50 mil. A cidade como um todo tem 515 mil. O Campeche tem inúmeros problemas. Mas tem uma comunidade de luta que há décadas se coloca e coloca seus desejos mas não há espaço de erguer por aqui nenhum prédio maior que 3 andares. Isso não vai acontecer seja pelo novo plano seja pela cabeça de quem quer Nossos problemas são conhecidos. Só duas avenidas para o trânsito. O esgoto que não atinge todos embora haja uma estação de tratamento que está em obras. E o maior problema aqui é a irregularidade fundiáriaSegundo o iPUF temos mais de 70% do bairro irregular. Sejam os lotes ou as casasIsso é horrível. O Campeche precisa de um plano para o bairro. Um plano para o Campeche. No passado Gama Deça em seu plano previa mais de 300 mil pessoas e era uma irrealidade. Temos a maior planície da ilha entre mares e esse lugar plano precisa ser diferente dos seus. Por fim temos o metro quadrado mais caro de cidade não a toa. Temos qualidade de vida no bairro, Temos em breve o parque do Campeche onde está o campo de pouso. Temos história com Saint Exupery. Com a pesca tradicional. Com o morro do lampião. Com a capela de são Sebastião. Com o seu Getúlio onde no seu barraco de pesca dia 1 de maio.se dá início a pesca da tainha. Temos a festa do Divino. Enfim temos o primeiro shopping aberto da cidade. Tudo que precisamos temos. Mas nós ainda não temos um plano para o bairro. Que contemple todas as necessidades dos seus moradores .Abraços, Ângelo Arruda. Arquiteto e urbanista.”

Repórter da NDTV flagrou os principais pontos de alagamento no bairro Campeche – Vídeo: Paulo Mueller/NDTV

Minha resposta:

Assim como  muitos, milhares que moram lá, o Ângelo Arruda é um apaixonado pelo Campeche. HÁ quem diga que nas temporadas são mais de 50 mil. Há pressão para mudar a legislação, subindo de três para 12 andares. Boa parte do esgoto está implantado e é comum as casas fazerem ligações para a rede que não existe. Sim, são conhecidos e minha nota bota o dedo na ferida. Fato. Por isso há ganância, especulação e irregularidades sem qualquer fiscalização preventiva. Em lote que cabe apenas uma construção há mais de duas casas…Minha nota diz isso, e Arruda confirma. E como temos histórias, mas povo que não preserva sua história, perde a memória! Getúlio morreu faz tempo, assim como sua história de luta vai ficar logo esquecida se não for lembrada. Esse é o ponto. Conheço  um amigo construtor. Ele foi  na casa de um amigo do Campeche faz uns cinco anos, mais ou menos. E conversaram sobre o que fazer com o os seus terrenos. Ele foi bem sincero: “A vida de vocês no Campeche vai virar um inferno em dez ou vinte anos. Quanto pior estiver a situação, mais caros serão os terrenos”. E, antecipou ainda que os vereadores de Floripa adoram ganhar coberturas! Na prática, vem aí um novo Plano Diretor mesmo. Para 12 andares acho que não vai, mas, com menos de cinco ou seis, também não fica….

É isso ai amigo Ângelo, continuemos atentos. Estamos juntos em todas as lutas pela salvação de Floripa.

Praia do Campeche registrou muitos banhistas neste domingo. – Foto: Daniela Ceccon/NDTVPraia do Campeche registrou muitos banhistas neste domingo. – Foto: Daniela Ceccon/NDTV

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...