ENGIE Brasil Energia é eleita melhor MidCap do setor elétrico da América Latina

Empresa ficou bem colocada em 30 categorias em um ranking divulgado pela revista Institutional Investor, sendo a melhor em 11 delas

Em um ranking divulgado pela revista Institutional Investor, a ENGIE Brasil Energia foi eleita a melhor MidCap do setor elétrico da América Latina. A publicação estrangeira é referência no mercado financeiro global. Além disso, a escolha trata-se de um dos mais respeitados prêmios do mercado de capitais, tanto no Brasil quanto no exterior.

<span class="ILfuVd"><span class="hgKElc">MidCaps são empresas que possuem capitalização intermediária na bolsa de valores, consideradas como uma boa alternativa de investimentos</span></span> &#8211; Foto: Engie/Reprodução/NDMidCaps são empresas que possuem capitalização intermediária na bolsa de valores, consideradas como uma boa alternativa de investimentos – Foto: Engie/Reprodução/ND

No total, a ENGIE teve destaque em 30 categorias analisadas, sendo considerada a melhor em 11 delas. Entre elas, a empresa conquistou o título de melhor CEO (diretor-presidente), melhor profissional de RI (gerente de RI), melhor programa de RI e companhia com melhores práticas ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês).

Além disso, tanto no ranking Overall, quanto MidCap, a ENGIE foi destaque entre as empresas com os melhores CFOs – diretor que comanda a parte financeira da empresa -, com Marcelo Malta, e de melhores times de RI e em Gestão de crises em meio à pandemia da Covid-19.

Ainda, Eduardo Sattamini, CEO da Companhia, conquistou o primeiro lugar tanto na categoria Overall, quanto MidCap. O Gerente de Relações com Investidores, Rafael Bósio, também ficou entre os melhores em sua área de atuação.

Eduardo Antonio Gori Sattamini é o atual CEO da ENGIE Brasil &#8211; Foto: Engie/Reprodução/NDEduardo Antonio Gori Sattamini é o atual CEO da ENGIE Brasil – Foto: Engie/Reprodução/ND

“Conquistar todas essas nomeações em meio a um contexto tão desafiador, tal qual o que estamos vivendo desde 2020, é extremamente relevante, pois reconhece os extraordinários esforços das nossas equipes. A pandemia enfatizou a importância de agirmos de maneira responsável socialmente não só como organização, mas como cidadãos e seres humanos”, destacou Eduardo Sattamini, diretor-presidente da ENGIE Brasil Energia.

Eduardo ainda completou dizendo que “pela perspectiva de negócio, comprovou a resiliência dos nossos colaboradores, fortaleceu nossas parcerias de longo prazo e intensificou a digitalização, atributos que nos tornam ainda mais preparados para sermos protagonistas de um presente e um futuro mais sustentáveis”.

O ranking

Para a elaboração do ranking anual da Institutional Investor, foi realizada uma pesquisa com cerca de 500 gestores financeiros e analistas de mercados para definir as empresas, os CEOs, executivos e práticas de Relações com Investidores e ESG com o melhor desempenho na América Latina.

Entre os atributos analisados, estavam a transparência e abertura de informações ao mercado, o acesso aos principais executivos, conferências estruturadas e construtivas, e a capacidade de responder a demandas externas.

A ENGIE

A ENGIE Brasil é a maior produtora privada de energia elétrica do país, com capacidade própria de 10.211MW em 61 usinas, representando cerca de 6% da capacidade de energia brasileira. Além disso, quase 90% de sua capacidade energética instalada no país é proveniente de fontes renováveis e com baixas emissões de GEE (gases do efeito estufa), como usinas hidrelétricas, eólicas, solares e biomassa.

Com a aquisição da TAG (Transportadora Associada de Gás S.A), a ENGIE é também detentora da mais extensa malha de transporte de gás natural do país, com 4.500 km. Ainda, o Grupo atua no Brasil na comercialização de energia no mercado livre, estando entre as maiores empresas de geração de energia fotovoltaica.

A Engie Brasil Energia investe em projetos de P&amp;D (Pesquisa e Desenvolvimento) de energia solar e eólica &#8211; Foto: Duda Hamilton/Divulgação/NDA Engie Brasil Energia investe em projetos de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) de energia solar e eólica – Foto: Duda Hamilton/Divulgação/ND

A ENGIE possui ainda um portfólio completo em soluções integradas e responsáveis para reduzir custos e melhorar infraestruturas de empresas e cidades. A eficiência energética, o monitoramento e gerenciamento de energia, a gestão de contratos de fornecimento de eletricidade, a iluminação pública, os sistemas de HVAC, a telecomunicação, a segurança e a mobilidade urbana são apenas alguns dos serviços prestados.

Contando com 2.300 colaboradores, a ENGIE teve no país em 2018 um faturamento de R$ 9.3 bilhões. O Grupo é uma referência global em energia e serviços de baixo carbono, fazendo frente às mudanças climáticas. Dessa forma, a ambição da ENGIE é se tornar a líder global de uma economia que utiliza baixo carbono para os seus clientes, apoiando-se em suas atividades chaves (energia renovável, gás e serviços) para oferecer as melhores soluções no mercado.

Loading...